Exterior e dados locais impulsionam Ibovespa mesmo com indefinição nos EUA - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Exterior e dados locais impulsionam Ibovespa mesmo com indefinição nos EUA

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O viés de alta que ecoa nos índices futuros de Nova York e na maioria das bolsas europeias deve respingar no Ibovespa, permitindo um segundo dia seguido de valorização. Internamente, o alívio esperado na B3 ainda deve contar com um desempenho melhor que o esperado na produção industrial e balanços como os do Itaú Unibanco.

Contudo, a disputa apertada na corrida à Casa Branca pode limitar os ganhos, à medida que, caso o democrata Joe Biden avance na contagem de votos, o republicano Donald Trump já afirmou que recorrerá à judicialização.

"Esse é um risco, uma hipótese ruim pois acaba batendo na confiança, o que por sua vez tende a gerar menos PIB, menos consumo", descreve Gilberto Nagai, responsável pela renda variável da BNP Paribas Asset Management.

Diante de um pleito bem mais apertado do que o esperado, reportagem do correspondente Ricardo Leopoldo, em Nova York, ressalta que as eleições nos EUA não indicam um favorito e o resultado definitivo poderá demorar vários dias.

Na avaliação do economista Silvio Campos Neto, sócio da Tendências Consultoria Integrada, por ora, o impasse em relação ao resultado e a possibilidade de judicialização do processo apontam para uma sessão cautelosa, ainda que o desempenho acima do esperado do Partido Republicano já traga alguns impactos, como a alta do dólar e certo alívio para o setor de tecnologia. A menor probabilidade da chamada "blue wave" reduz as chances de políticas fortes de gastos e aumentos de impostos em caso de vitória de Biden.

Na B3, o investidor ainda avalia os números da produção industrial de setembro, que subiu 2,6% na margem e cresceu 3,4% na comparação com o nono mês de 2019.

Os resultados da produção industrial superaram as medianas das estimativas na pesquisa do Projeções Broadcast de 2,30% e de 2,51/%, respectivamente. Outro destaque é a que a produção de bens de capital, indicativo de investimentos, teve alta de 7,0% ante agosto, mas ainda caiu 2,0% ante setembro de 2019. "Sempre ajuda", diz Luiz Roberto Monteiro, operador da mesa institucional da Renascença DTVM.

No âmbito corporativo, o Itaú Unibanco informou lucro líquido recorrente de R$ 5,03 bilhões no terceiro trimestre de 2020, o que representa 29,7% menor em relação ao mesmo período do ano passado, mas alta de 19,6% ante o segundo trimestre deste ano.

O investidor também analisa dos números da Gol, que apresentou prejuízo líquido de R$ 1,696 bilhão no terceiro trimestre, alta ante as perdas de R$ 171 milhões em igual período de 2019. De forma geral, a empresa ainda foi prejudicada pelos impactos da pandemia covid-19, que deixou em xeque a demanda por voos no trimestre. Já o Ebitda (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 284 milhões, queda de 75% na comparação anual. A margem Ebitda ajustada foi de 29,1%, contra 30,7% um ano antes. As ações da Gol sobem em torno de 3%, enquanto as do Itaú Unibanco avançam quase 5,5% nesta manhã.

Às 10h44, Ibovespa subia 1,11%, aos 97.082,04 pontos, após alta de 2,16% (95.979,71 pontos) da véspera.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Exterior e dados locais impulsionam Ibovespa mesmo com indefinição nos EUA"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.