Economia

Exterior e commodities animam Ibovespa a testar 109 mil pontos

Da Redação ·

O Ibovespa tenta firmar-se em nova pontuação nesta quinta-feira, com a ajuda principalmente do exterior, já zerando a queda semanal (-0,30%) logo na abertura. A alta dos mercados de acionários esta manhã ocorre após o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) confirmar a aceleração do tapering e antecipação de elevação dos juros. A afirmação do Fed de que só subirá os juros quando for necessário traz certo alento, enquanto os investidores avaliam as decisões de política monetária na Europa.

continua após publicidade

Nesta manhã, o Reino Unido elevou o juro subiu de 0,1% para 0,25%, para "assegurar retorno da inflação à meta de 2%".

O índice Bovespa, abriu aos 107.432,62 pontos e longo passou a renovar máximas, alcançando os 109.034,11 pontos (alta de 1,49%).

continua após publicidade

"Esse otimismo por parte da bolsa vem por conta do cenário global, após o Fed tomar algumas decisões: de dar maior tração ao tapering, retirando mais estímulos, de US$ 15 bilhões para US$ 30 bilhões. E mercado gostou bastante das palavras de Jerome Powell presidente do Fed, dando previsibilidade para a taxa de juros americana deve subir em março de 2022. Isso é bom para o mercado", avalia Fabrício Gonçalvez, CEO da Box Asset Management.

Já o Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas básicas, mas disse que reduzirá o ritmo do seu programa de compras de ativos até o seu término, confirmado para março de 2022. Conforme a presidente do BCE, Christine Lagarde, a economia do bloco segue em recuperação. "Somada à alta das commodities, vemos uma Bolsa forte", completa Gonçalvez.

"O mundo inteiro está sofrendo com inflação. É natural os BCs responderem com alta de juros", avalia Fernanda Melo, planejadora financeira CPF pela Planejar. "Acaba reduzindo as incertezas", diz.

continua após publicidade

Ontem, o Fed deixou os juros inalterados, mas anunciou aceleração do processo de retirada de estímulos, em um esforço para conter a escalada da inflação nos Estados Unidos. O BC americano também sinalizou três aumentos da taxa básica em 2022. "Vamos terminar o tapering em março e subir juro quando virmos que for necessário", disse Powell, ao comentar a decisão de política monetária. O Ibovespa fechou com elevação de 0,63%, aos 107.431,18 pontos.

O anúncio formal da autoridade monetária sobre elevar juros somente quando considerar necessário, tranquiliza os investidores, avalia Fernanda. "Acaba reduzindo as incertezas, pois muitos dos fatores que influenciam a inflação não são resolvidos com alta dos juros. Então, a redução do pacote de estímulos acalma um pouco", diz.

O clima positivo pós-Fed impulsiona as commodities. O petróleo em torno de 1% no exterior, enquanto o minério de ferro fechou com valorização de 4,56% no porto chinês de Qingdao, a US$ 116,06 a tonelada. As altas estimulam as ações de Petrobras (sobem entre 1,23%/PN e 1,78%/ON) e Vale (alta de 1,78%). Os papéis da petrolífera ainda reagem à notícia de a companhia aprovou a venda de até 100% das ações da Braskem em oferta pública. Já Braskem cedia 0,13%.

continua após publicidade

Ficam ainda no radar dúvidas a respeito da variante de coronavírus ômicron. Hoje, alguns índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) europeus já evidenciaram cautela com a nova cepa, que pode atrapalhar a recuperação econômica global. No Brasil, o Banco Central (BC), no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), também chamou atenção para o tema, ao afirmar que o surgimento da ômicron tem gerado incertezas no curto prazo.

No RTI, o BC piorou bastante sua estimativa para o hiato do produto no fim de 2022, com a projeção passando de recuo de 1,2% para declínio de 2,1%, reforçando fragilidade da atividade. Agora, os investidores esperarão por mais informações nas entrevistas que o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, e diretor de Política Econômica do BC, Fabio Kanczuk concederão nesta manhã.

O mercado ficará de olho para ver se manterão o tom duro do comunicado e da ata, após o Copom subir a Selic de 7,75% para 9,25% ao ano, e indicar novo aumento de 1,5 ponto porcentual em fevereiro. Eles comentarão o RTI e "defenderão a necessidade de uma política monetária significativamente contracionista", cita em nota a MCM Consultores.

Às 11h10, o Ibovespa subia 0,67%, aos 108.123,44 pontos.