Economia

EUA acusam chinesa Hytera de roubar tecnologia da Motorola

Da Redação ·

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou nesta segunda-feira que fez uma acusação criminal contra a empresa de telecomunicações chinesa Hytera por conspirar com ex-funcionários da Motorola, com sede em Chicago, para roubar a tecnologia de rádio móvel digital (DMR, da sigla em inglês) desenvolvida pela Motorola.

continua após publicidade

De acordo com comunicado, a Hytera recrutou e contratou funcionários da Motorola e os orientou a obter informações confidenciais sem autorização. Segundo a acusação, a Hytera pagou aos funcionários salários e benefícios mais altos do que os recebidos na Motorola.

Dessa forma, de 2007 a 2020, a Hytera e os funcionários recrutados usaram segredos comerciais da Motorola para acelerar o desenvolvimento dos produtos DMR da Hytera, treinar funcionários e comercializar e vender os produtos em todo o mundo.

continua após publicidade

A acusação foi parcialmente aberta hoje no Tribunal Distrital dos EUA em Chicago por ordem judicial. Se condenada, a Hytera enfrentará uma multa criminal de três vezes o valor do segredo comercial roubado para a empresa, incluindo despesas com pesquisa, design e outros custos.

A Motorola desenvolveu a tecnologia DMR através de anos de pesquisa e design. A empresa comercializou e vendeu os rádios, que às vezes são chamados de "walkie-talkies", nos Estados Unidos e em outros lugares.