Economia

Empréstimos destinados à aquisição e construção crescem 48,8% ante 2019, diz Cbic

Da Redação ·

Os empréstimos destinados à aquisição e construção de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) totalizaram R$ 92,67 bilhões nos primeiros dez meses de 2020, um aumento de 48,8% em relação ao mesmo período de 2019, informou a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic). Os dados são Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

continua após publicidade

Segundo a entidade, o volume de financiamento de janeiro a outubro já superou o valor total financiado em 2019, que fechou em R$ 78,7 bilhões. O valor até outubro também foi o maior para esse período desde 2014. Nesses meses, foram financiadas 324,6 mil unidades, uma alta de 36,8% na comparação com o mesmo período de 2019. "Foi o maior número de unidades financiadas para o período desde 2014", afirmou a Cbic.

Já com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), de janeiro a novembro foram financiados 388.711 unidades, correspondendo a um volume de R$ 47,492 bilhões.

continua após publicidade

A Cbic também destacou em evento de balanço realizado nesta quinta-feira, 17, que a construção civil foi o setor que mais gerou novas vagas formais no período de janeiro a outubro, com saldo de 138.409. "Este foi o melhor resultado apresentado pelo setor, para este período, desde 2013, quando 207.787 novas vagas foram geradas", afirmou a Cbic.

Nesses mesmos meses, o número de trabalhadores na construção aumentou 6,4%. "Isso significa que, enquanto no final do ano passado o setor possuía 2,167 milhões de trabalhadores, esse número passou para 2,305 milhões em outubro de 2020", ressaltou a entidade. Além disso, foram cinco meses consecutivos de admissões superiores a demissões.