Economia

Embargo à energia russa aumentaria preços do petróleo, adverte ministro ucraniano

Da Redação ·

O Ministro das Finanças da Ucrânia, Serhiy Marchenko, afirmou que um potencial embargo europeu à energia russa aumentaria significativamente os preços dos combustíveis. Ele demonstrou apoio a tarifas sobre as importações de petróleo e gás natural, como alternativa.

continua após publicidade

Em entrevista ao The Wall Street Journal, Marchenko disse que um embargo elevaria os preços a níveis tão altos que a Rússia ainda poderia obter receita significativa com as vendas em outros lugares. "Um embargo total só dá dinheiro adicional à Rússia porque acredito que o preço do petróleo e do gás subirá a níveis enormes", disse.

Suas observações derivam das preocupações levantadas no início da semana pela Secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen.

continua após publicidade

A União Europeia e os EUA discutem como reduzir os ganhos que a Rússia obtém das vendas de petróleo e gás para a Europa.

O ministro das Finanças ucraniano ainda afirmou que o dinheiro arrecadado em uma tarifa potencial aplicada à Rússia poderia ser usado para apoiar a Ucrânia na guerra.

Além de adotar tarifas sobre as importações de petróleo e gás, autoridades europeias e norte-americanas discutiram a possibilidade de colocar pagamentos pela energia russa em uma espécie de custódia.