Economia

Em reunião emergencial, BCE sinaliza criação de instrumento contra fragmentação

André Marinho (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) orientou a área técnica da entidade a acelerar a criação de um novo instrumento para mitigar os riscos de fragmentação na zona do euro. A informação foi confirmada em comunicado divulgado após reunião emergencial nesta quarta-feira, 15.

continua após publicidade

Além da nova ferramenta, a autoridade monetária decidiu também aplicar flexibilidade nos resgates a vencer do Programa de Compras de Emergência de Pandemia (PEPP, na sigla em inglês), com objetivo de preservar o "funcionamento do mecanismo de transmissão monetária".

Na nota, a instituição reforça que, desde o início do processo de normalização monetária, em dezembro de 2021, comprometeu-se a atuar contra riscos ressurgentes de fragmentação. "A pandemia deixou vulnerabilidades duradouras na economia da zona do euro que estão de fato contribuindo para a transmissão desigual da normalização de nossa política monetária entre as jurisdições", ressalta o texto.

continua após publicidade

O encontro emergencial acontece quase uma semana após a reunião regular do BCE, que na ocasião deixou juros inalterados, mas sinalizou que pretende elevá-los em julho e setembro.

Desde então, os rendimentos de títulos soberanos de países mais endividados, como a Itália, disparam em meio a preocupações com o aumento nos custos de empréstimos. Os retornos nessas economias subiram muito mais que os de governos mais ricos, processo conhecido como fragmentação.