Economia

Economistas-chefes de Fórum Econômico Mundial veem alta do PIB global de até 6%

Da Redação ·

Em pesquisa divulgada nesta terça-feira, o Fórum Econômico Mundial informa que economistas-chefes de bancos e consultorias preveem um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2021 entre 5,5% e 6,0%. Além disso, os especialistas estimam que a atividade econômica mundial voltará aos níveis pré-covid no primeiro semestre de 2022. A entidade ressaltou, entretanto, que as projeções ocorrem em um ambiente ainda incerto e com trajetórias divergentes.

continua após publicidade

"Em todos os países, caminhos diferenciados estão se abrindo, determinados em grande parte pelo acesso às vacinas e pelos recursos financeiros disponíveis para os governos", destaca o Fórum.

Segundo a entidade, o avanço nos mercados acionários e a alta dos preços das commodities podem dar a impressão de que a economia global como um todo está melhorando, mas que muitas nações ainda enfrentam novas ondas do coronavírus.

continua após publicidade

Política monetária

Para o Fórum Econômico Mundial, grande parte da retomada econômica futura dependerá das escolhas de políticas. De acordo com a avaliação da entidade, a monetária tem sido "altamente acomodatícia" em relação à fiscal.

"Ainda assim, em particular, o plano de resgate do governo dos EUA combinado com o aumento das taxas de poupança, que aumentaram significativamente nas economias avançadas, reacenderam a inflação", destaca o Fórum.

continua após publicidade

Na visão da entidade, há risco de que uma inflação mais alta seja incorporada à economia antes que os bancos centrais decidam agir.

O Fórum diz que alguns economistas alertam para a possibilidade de os dirigentes estarem subestimando a força das pressões inflacionárias e confundindo uma mudança estrutural com um aumento temporário.