Economia

Economista-chefe do BoE espera estagnação da economia britânica no 2º tri

Da Redação ·

O economista-chefe do Banco da Inglaterra (BoE), Huw Pill, afirmou nesta sexta-feira que espera uma estagnação da economia britânica no segundo trimestre deste ano. Em sessão online, o dirigente caracterizou como "fracas" as perspectivas econômicas do Reino Unido entre os próximos 12 a 18 meses.

continua após publicidade

Pill ecoou comentários do presidente do BoE, Andrew Bailey, de que a instituição está em "um caminho estreito" entre a necessidade de combater a inflação elevada e os riscos de desaceleração da economia.

Segundo ele, na decisão de ontem, três dos seis dirigentes do Comitê de Política Monetária (MPC, na sigla em inglês) divergiram do aumento de 0,25 ponto porcentual e preferiram uma alta de 0,50 ponto porcentual por temores de que a inflação fique incorporada. "O Comitê como um todo está comprometido em retornar a inflação à meta", disse.

continua após publicidade

O dirigente comentou ainda que "algum grau" de aperto monetário adicional poderá ser necessário nos próximos meses, mas preferiu não estabelecer uma meta para os juros.

De acordo com ele, as oscilações nas dinâmicas inflacionárias são guiadas por desdobramentos globais dos preços de energia, não pela política monetária doméstica. Pill acrescentou que um ajuste agressivo na taxa básica traz muitos riscos. "Precisamos nos orientar pelo médio prazo", comentou.