Economia

Economia confirma saída de Amaro Gomes de secretaria e entrada de Ricardo Faria

Da Redação ·

O Ministério da Economia confirmou nesta segunda-feira, 1º de março, a saída do secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), Amaro Gomes, que será substituído pelo secretário-adjunto, Ricardo Faria. Em nota, a pasta disse que a saída de Gomes foi "decisão de cunho pessoal" para assumir "novos desafios no setor privado".

continua após publicidade

Mais cedo, Gomes negou ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) e ao jornal O Estado de S. Paulo que tenha pedido para deixar o cargo por causa de insatisfação com a política do governo Jair Bolsonaro depois do anúncio da troca de comando da Petrobrás.

Em entrevista, ele disse que foi uma "infeliz coincidência", que acertou a sua saída do cargo com o secretário Especial de Desestatização, Diogo Mac Cord, em janeiro e que de lá para cá trabalha na sua transição.

continua após publicidade

O novo secretário, Ricardo Faria, é mestre em Economia do setor público pela Universidade de Brasília (UnB), é servidor público da carreira e Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Trabalhou na Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SEPPI) e na SEST, onde foi diretor do Departamento de Governança e Avaliação de Estatais e assessor especial do secretário, antes de se tornar secretário-adjunto.

Faria foi o responsável pela elaboração de relatório que jogou luz sobre os benefícios e auxílios recebidos pelos empregados das estatais federais. A divulgação foi considerada uma nova ofensiva em defesa das privatizações, mas foi muito criticada pelos empregados das empresas.

Os auxílios incluem desde o pagamento de 100% do salário como adicional de férias, como faz a Petrobras, a ajuda educacional de mais de um salário mínimo (R$ 1.261,65) por mês para cada filho menor de 18 anos, como é o caso do BNDES. Na época, Amaro disse que o relatório dava transparência para informações que "muitos desejavam" conhecer sobre as estatais.