MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

É importante repetir que BC fará o que for necessário para ancorar a inflação, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, fez questão de destacar, nesta quarta-feira, 17, que a autoridade monetária fará "o que for necessário para ancorar a inflação". "É importante repetir", frisou, em evento promovido pela XP Investimentos,

Cícero Cotrim e Denise Abarca (via Agência Estado)

·
Escrito por Cícero Cotrim e Denise Abarca (via Agência Estado)
Publicado em 17.04.2024, 13:36:00 Editado em 17.04.2024, 13:43:36
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, fez questão de destacar, nesta quarta-feira, 17, que a autoridade monetária fará "o que for necessário para ancorar a inflação". "É importante repetir", frisou, em evento promovido pela XP Investimentos, em Washington.

continua após publicidade

Segundo ele, o BC vê a inflação convergindo no Brasil. "O IPCA de março foi surpresa boa", disse, embora na inflação de serviços haja leve dissociação do necessário para convergência. "Pareça haver pressão marginal nos serviços intensivos em trabalho."

Campos Neto ressaltou ainda o papel que as expectativas de inflação exercem no plano de voo do BC. "São muito importantes para nós", disse.

continua após publicidade

Reprecificação dos mercados emergentes muito intensa

Durante a apresentação no evento promovido pela XP Investimentos, o presidente do Banco Central destacou o forte movimento de reprecificação de ativos pelo qual o mercado passou nos últimos dias, de forma "muito intensa" nos países emergentes.

De acordo com Campos Neto, o mercado reprecificou os próximos passos do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e agora parece estar entre um e dois cortes de juros nos EUA. "Será 'data dependent'", previu.

continua após publicidade

Uma vez que há reprecificação, afirmou, fala-se "mais de dívida global" e a volatilidade deve crescer no curto prazo. "Se os juros estão altos nos Estados Unidos, por que há tanta liquidez?", questionou.

Na avaliação do presidente do Banco Central, se a dívida global eventualmente sugar liquidez, é algo a se observar, mas mesmo com os juros elevados nos Estados Unidos, as condições financeiras parecem acomodatícias.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "É importante repetir que BC fará o que for necessário para ancorar a inflação, diz Campos Neto"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!