Economia

Dólar sobe com exterior e votação da PEC dos municípios na Câmara no radar

Da Redação ·

O dólar opera com alta leve no mercado doméstico na manhã desta terça-feira, 22, mas já está perdendo força acompanhando a desaceleração do índice DXY do dólar e ganhos moderados também frente as divisas emergentes e ligadas a commodities, como os pesos mexicano e chileno, dólar australiano e rublo, após a aprovação do pacote de estímulos fiscais de US$ 900 bilhões nos EUA.

continua após publicidade

O diretor da Wagner Investimentos, José Faria Júnior, atribui o ajuste de alta a desconforto com a votação marcada para hoje na Câmara da PEC que eleva em 1% as transferências da União para o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Se for aprovada, essa PEC pode retirar R$ 4 bilhões do caixa da União por ano. Em 12 anos, o valor pode chegar a R$ 43 bilhões. Pode haver também algum fluxo de saída, que pode ser de empresas relacionado a remessas de lucros e dividendos ao exterior, diz o diretor. Às 9h22 desta terça, o dólar à vista subia 0,30%, a R$ 5,1384. O dólar para janeiro de 2021 ganhava 0,37%, a R$ 5,1360.