MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Dirigente do Fed sugere que juros podem ser cortados antes de inflação voltar a 2,0% nos EUA

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago, Austan Goolsbee, indicou nesta quarta-feira, 14, que a autoridade monetária não deve esperar a inflação nos EUA retornar à taxa anual de 2,0% para começar a cortar juros. "

André Marinho (via Agência Estado)

·
Escrito por André Marinho (via Agência Estado)
Publicado em 14.02.2024, 13:37:00 Editado em 14.02.2024, 13:44:35
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago, Austan Goolsbee, indicou nesta quarta-feira, 14, que a autoridade monetária não deve esperar a inflação nos EUA retornar à taxa anual de 2,0% para começar a cortar juros. "Não queremos seguir neste nível restritivo de política por muito tempo", afirmou, em evento no Council on Foreign Relations, em Nova York.

continua após publicidade

O dirigente, que não vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), disse que a manutenção da taxa básica em nível restritivo por um período exageradamente longo poderia trazer riscos ao mercado de trabalho.

Para ele, é um erro acreditar que os salários devem desacelerar de forma significativa para que a inflação caía.

continua após publicidade

CPI

Mais cedo, no mesmo evento, Goolsbee minimizou o dado de inflação ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) mais forte que o esperado nos Estados Unidos, divulgado na terça-feira. Ele argumentou que seria inadequado se ater ao indicador de apenas um mês.

Para Goolsbee, "está totalmente claro" que a inflação está caindo nos EUA.

continua após publicidade

De acordo com ele, a área que ainda inspira cautela é o de preços de habitação.

China

Questionado sobre os riscos associados à uma desaceleração da economia da China, Goolsbee reconheceu que uma eventual recessão de larga escala no país asiático teria repercussões para os EUA e traria a possibilidade de uma contração da atividade norte-americana.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Dirigente do Fed sugere que juros podem ser cortados antes de inflação voltar a 2,0% nos EUA"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!