MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Dirigente do Fed diz ver episódio de inflação nos estágios finais, mas não declara vitória

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Richmond, Tom Barkin, afirmou nesta terça-feira, 18, que o episódio recente de inflação está "claramente" nos estágios finais, mas ponderou que este ainda não é o momento adequado p

André Marinho (via Agência Estado)

·
Escrito por André Marinho (via Agência Estado)
Publicado em 18.06.2024, 12:50:00 Editado em 18.06.2024, 12:56:53
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Richmond, Tom Barkin, afirmou nesta terça-feira, 18, que o episódio recente de inflação está "claramente" nos estágios finais, mas ponderou que este ainda não é o momento adequado para declarar vitória no processo de combate à escalada dos preços.

continua após publicidade

Em seminário virtual organizado pelo MNI, Barkin explicou que os preços de bens parecem ter voltado aos níveis anteriores à pandemia de covid-19. Por outro lado, os segmentos de habitação e serviços ainda apresentam alta, de acordo com ele.

Barkin, que vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês), ressaltou que os dados do primeiro trimestre não ampliaram a confiança de que a inflação caminha de maneira sustentada à meta de 2%. Para ele, os números do último mês vieram "encorajadores", mas ainda é preciso monitorar a evolução do quadro.

continua após publicidade

O dirigente acrescentou que a inflação, no geral, não cai de maneira linear, como pode ser visto neste momento. De acordo com ele, o crescimento salarial ainda está mais elevado que antes do crise da covid-19, mas não explica totalmente o ambiente inflacionário.

Gráfico de pontos e 'forward guidance'

O presidente do Federal Reserve de Richmond argumentou ainda que o gráfico de pontos elaborado pelo FOMC não representa uma promessa, compromisso ou um "forward guidance", apenas uma projeção. "E previsões, às vezes, erram", disse.

continua após publicidade

O dirigente explicou que o "forward guidance" pode ser um instrumento efetivo para a política monetária, mas também pode dificultar a comunicação em momentos de incertezas, como o atual. "'Forward guidance' nem sempre é o instrumento certo", comentou.

Barkin ressaltou ter "forte percepção" de que os juros estão em níveis restritivos agora. Para ele, a defasagem na transmissão da política monetária tende a ser mais longa hoje do que antigamente.

Perguntado sobre o risco de uma alta de juros, Barkin respondeu que sempre mantém a "mente aberta" para qualquer possibilidade. Se houver um superaquecimento da economia, haveria um argumento para mais aperto monetário, segundo ele. Por outro lado, um inesperado enfraquecimento justificaria cortes, pontuou.

continua após publicidade

O dirigente disse acreditar que os juros neutros estão mais altos do que antes da pandemia, como indicado por vários modelos estatísticos.

Mercado de trabalho

continua após publicidade

O presidente do Federal Reserve de Richmond afirmou também que o mercado de trabalho ainda está "saudável" nos Estados Unidos, mas que consegue imaginar uma série de cenários futuros que poderiam levar ao enfraquecimento do emprego, diante de juros ainda em níveis restritivos.

No seminário virtual organizado pelo MNI, Barkin explicou que vê alguns fatores preocupantes, entre eles a baixa de taxa de contratação. Para ele, a política monetária está bem posicionada agora para reagir a qualquer um dos cenários que se concretizar.

Balanço de ativos

O presidente do Federal Reserve de Richmond defendeu ainda a normalização do balanço de ativos da autoridade monetária para preservar a efetividade da ferramenta. Durante o evento organizado pelo MNI, Barkin se disse "encorajado" pela falta de ruídos no mercado como resultado do processo de aperto quantitativo (QT, na sigla em inglês).

Sobre os riscos relativos às eleições presidenciais nos Estados Unidos, o dirigente reiterou que o tema não é incorporado nas decisões de política monetária do FOMC. Segundo ele, todos os próximos passos serão guiados pela evolução dos indicadores macroeconômicos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

Deixe seu comentário sobre: "Dirigente do Fed diz ver episódio de inflação nos estágios finais, mas não declara vitória"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!