Economia

Dirigente do Fed alerta sobre adoção de política monetária 'agressiva demais'

Da Redação ·

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Filadélfia, Patrick Harker, disse que é preciso adotar uma política monetária que não seja "agressiva demais" para que não arruíne as "boas coisas" da economia americana. Em entrevista gravada para evento sobre empregos, organizado pelo The Hill, o dirigente (não vota) afirmou que a economia dos Estados Unidos está forte e que há sinais positivos.

continua após publicidade

Para ele, é necessário focar em recuperar o mercado de trabalho, uma vez que este continua "incrivelmente apertado" em algumas regiões, apesar do crescimento contínuo.

Questionado, Harker disse estar "bastante preocupado" com o aumento de preços da gasolina. O dirigente afirmou que o Fed pode agir para levar à inflação para baixo "Já estamos fazendo isso, e apoio bastante essa ação" , mas que lidar com os desafios de gargalos de oferta é mais difícil. Ele disse que, "esperançosamente, os EUA já passaram pela pior fase da pandemia, mas que, globalmente, ainda há desafios. "Nossa projeção é que em 2023, 2024, a inflação volte à meta de 2%", ressaltou.