MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Dirigente do BCE diz que mantém postura de 'paciência', à espera de dados e projeções

Dirigente do Banco Central Europeu (BCE), Martins Kazaks afirmou nesta sexta-feira, 26, que mantém uma postura de "paciência", à espera de mais dados e das projeções atualizadas de março antes de decidir sobre o momento ideal para um potencial corte nos j

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado)

·
Escrito por Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado)
Publicado em 26.01.2024, 13:26:00 Editado em 26.01.2024, 13:31:51
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Dirigente do Banco Central Europeu (BCE), Martins Kazaks afirmou nesta sexta-feira, 26, que mantém uma postura de "paciência", à espera de mais dados e das projeções atualizadas de março antes de decidir sobre o momento ideal para um potencial corte nos juros. Ele concedeu entrevista àBloomberg TV, na qual reafirmou que o BCE será dependente "dos dados, não das datas", repetindo declaração da quinta-feira da presidente Christine Lagarde, durante entrevista coletiva após a decisão de manter os juros.

continua após publicidade

Também presidente do BC da Letônia, Kazaks disse que está atento à trajetória dos salários na zona do euro para suas decisões, mas também ressaltou que o BCE monitora "uma série de dados" para chegar a suas conclusões.

O dirigente considera que a economia da região tem estado fraca, com possibilidade de recessão técnica, ainda que o mercado de trabalho siga forte.

continua após publicidade

Kazaks enfatizou que todas as opções estão em aberto, embora tenha notado que, a menos que ocorra algum choque, a próxima mudança nos juros deve ser um corte.

Ele argumentou que o pior cenário seria ter de elevar muito os juros, pois isso penalizaria mais a economia, e disse que há vários meios possíveis para o relaxamento monetário, com diferentes tipos de graduações e cronogramas, acrescentando que os indicadores mostrarão o rumo ideal.

Ainda segundo a autoridade, o BCE monitora o quadro no Oriente Médio e no Mar Vermelho. Kazaks considerou que "estamos em um novo regime geopolítico", com mais volatilidade e mais conflitos. Nesse quadro, pode haver mais choques na oferta e é preciso ser paciente nas decisões.

Questionado sobre o trabalho de Lagarde, após reportagem doPoliticorevelar críticas a ela dentro do quadro do BCE, Kazaks afirmou que "a presidente está fazendo um trabalho muito bom", na sua avaliação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Dirigente do BCE diz que mantém postura de 'paciência', à espera de dados e projeções"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!