Economia

Diretor do Fed diz apoiar 'tapering' em novembro e conclusão em meados de 2022

Da Redação ·

O diretor do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) Randal Quarles afirmou nesta quarta-feira, 20, que apoia o anúncio do tapering, a redução gradual das compras de ativos da instituição, na reunião de política monetária de novembro. Durante um evento virtual organizado pelo Milken Institute, o dirigente também disse que o processo deve ser concluído em meados de 2022.

continua após publicidade

"Reduzir as compras e encerrá-las nesse cronograma não é um aperto monetário, mas uma redução gradual do ritmo de acomodação", explicou Quarles.

Segundo o membro do Fed, já houve progresso "substancial" em direção às metas de estabilidade de preços e máximo emprego. Esse foi o critério estabelecido pela instituição, no forward guidance adotado em dezembro de 2020, para começar a retirada de estímulos à economia. Em 2020, o Fed empregou medidas sem precedentes para conter os efeitos da crise gerada pela pandemia de covid-19.

continua após publicidade

Quarles ressaltou que o crescimento econômico no terceiro trimestre nos Estados Unidos deve ser menor do que o previsto, mas diz que há bases para uma retomada "forte" da atividade no restante do ano e em 2022. "O emprego está crescendo, as condições financeiras são acomodatícias, as empresas estão investindo e as famílias, no total, têm um grande estoque de poupança para utilizar para gastos futuros", destacou.