Economia

Déficit do ano fiscal de 2021 nos EUA cai para US$ 2,8 trilhões

Da Redação ·

O Departamento do Tesouro informou nesta sexta-feira que o déficit do ano fiscal de 2021 foi de US$ 2,8 trilhões. Em comunicado à imprensa, o órgão disse que a cifra é US$ 360 bilhões menor que o déficit do ano fiscal de 2020, US$ 897 bilhões abaixo da estimativa do orçamento da Casa Branca para 2022, e US$ 347 bilhões a menos que o previsto na revisão do meio do ano.

continua após publicidade

O déficit de 2021 foi equivalente a 12,4% do Produto Interno Bruto (PIB) americano, uma baixa de 2,6% em comparação com os 15% do ano passado, segundo o Departamento.

Secretária do Tesouro do governo Biden, Janet Yellen afirmou que o relatório do ano fiscal de 2021 mostra o avanço da economia do país sobre a gestão do atual presidente.

continua após publicidade

"O progresso econômico da nação é o resultado direto dos esforços da administração Biden-Harris para aprovar o Plano de Resgate Americano e enfrentar a pandemia", disse Yellen.

Ela ressaltou, no entanto, que a recuperação, apesar de "mais forte" que a de outras nações desenvolvidas, é "frágil", e por isso é necessário que o Congresso dos EUA aprove os planos de investimento em infraestrutura e seguridade social propostos pela Casa Branca.

"A aprovação da agenda econômica do presidente Biden fará a economia crescer, ajudará os trabalhadores e as famílias e fortalecerá a perspectiva fiscal de longo prazo de nossa nação", resumiu a secretária.