MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Correção: Senador que foi ministro de Bolsonaro critica Lula e Haddad por meta fiscal

A nota divulgada anteriormente continha um erro no título. Ciro Nogueira foi ministro no Governo Jair Bolsonaro e, com isso, automaticamente se torna ex-ministro de Bolsonaro, sendo incorreto o termo "ex-ministro". Segue a nota com o título correto e o te

Gabriel Hirabahasi (via Agência Estado)

·
Escrito por Gabriel Hirabahasi (via Agência Estado)
Publicado em 31.10.2023, 15:10:00 Editado em 31.10.2023, 15:14:07
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A nota divulgada anteriormente continha um erro no título. Ciro Nogueira foi ministro no Governo Jair Bolsonaro e, com isso, automaticamente se torna ex-ministro de Bolsonaro, sendo incorreto o termo "ex-ministro". Segue a nota com o título correto e o texto mantido.

continua após publicidade

Senador que foi ministro de Bolsonaro critica Lula e Haddad por meta fiscal

O senador Ciro Nogueira (PP-PI), ex-ministro da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro e presidente nacional do PP, criticou nesta terça-feira, 31, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela discussão da revisão da meta fiscal. Em nota às bancadas do partido na Câmara e no Senado, Ciro chamou a discussão de "completa traição" e ainda reclamou do fato de a discussão ter sido feita por meio da imprensa, e não diretamente com os parlamentares, que aprovaram no arcabouço fiscal. Ciro Nogueira inicia a nota dizendo ter um "profundo sentimento de traição" do governo Lula por causa da discussão sobre revisar a meta fiscal do ano que vem. O presidente do PP cita que sua legenda apoiou e encabeçou as medidas econômicas do governo, como o próprio arcabouço fiscal e a reforma tributária. "Depois de apenas dois meses da promulgação da Lei do Marco Fiscal, o Presidente da República vem a público para desacreditá-lo. Sem sequer tratar do tema com o Congresso", afirmou Ciro. As críticas não ficaram restritas ao presidente. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que tem demonstrado apoio à manutenção da meta de zerar o déficit público no ano que vem, também foi alvo do ataque de Ciro Nogueira. "Como se não bastasse somente o presidente da República, o ministro da Fazenda, que outrora criticava ferozmente o teto de gastos e se apresentava como o fiel da balança do ponto de vista fiscal, agora se esquiva de repetir o compromisso que fez durante a aprovação do Novo Marco Fiscal. Não cumprir a meta fiscal, que o próprio governo propôs, além de desrespeitar as duas Casas Legislativas que discutiram e aprovaram o marco fiscal, é também colocar em dúvida a condução da política fiscal do País", afirmou o senador. Em um recado direto aos congressistas do PP, Ciro Nogueira ainda questiona o fato de a discussão sobre a revisão da meta fiscal não ter sido feita diretamente em conversas dos articuladores do governo com os parlamentares, que foram os responsáveis por aprovar o arcabouço fiscal. "O Executivo entende ser necessário a alteração da meta, porém, escolhe a imprensa para comunicar o tema ao Congresso? É isso mesmo? É esse tipo de tratamento que deve ser dado ao Congresso?", questionou. Presidente da legenda, Ciro Nogueira é a principal voz de oposição ao governo Lula no PP. Apesar disso, o partido se aproximou do Palácio do Planalto e indicou o deputado André Fufuca para ser ministro do Esporte, o que faz com que o governo conte, agora, com o PP como um partido de sua base de apoio.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Correção: Senador que foi ministro de Bolsonaro critica Lula e Haddad por meta fiscal"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!