Economia

Correção: Juro do rotativo do cartão sobe 4,9 pp em abril, a 364,0% ao ano

Thaís Barcellos e Eduardo Rodrigues (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A nota enviada anteriormente continha um erro de grafia no título. Segue versão corrigida.

continua após publicidade

Em meio ao ciclo de alta acelerada da Selic pelo Comitê de Política Monetária (Copom), o juro médio total cobrado pelos bancos no rotativo do cartão de crédito subiu 4,9 pontos porcentuais de março para abril, informou há pouco o Banco Central. A taxa passou de 359,1% para 364,0% ao ano.

O rotativo do cartão, juntamente com o cheque especial, é uma modalidade de crédito emergencial, muito acessada em momentos de dificuldades.

continua após publicidade

No caso do parcelado, ainda dentro de cartão de crédito, o juro passou de 171,7% para 175,1% ao ano. Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 73,6% para 76,2%.

Em abril de 2017, começou a valer a regra que obriga os bancos a transferir, após um mês, a dívida do rotativo do cartão de crédito para o parcelado, a juros mais baixos. A intenção do governo com a nova regra era permitir que a taxa de juros para o rotativo do cartão de crédito recuasse, já que o risco de inadimplência, em tese, cai com a migração para o parcelado.