MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Confiança da construção recua 0,8 ponto em outubro, a 100,9 pontos, diz FGV

O Índice de Confiança da Construção (ICST) recuou 0,8 ponto em outubro, a 100,9 pontos, informou nesta quarta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 1,4 ponto."A queda na confiança em outubro deveu-se fundament

Italo Bertão Filho (via Agência Estado)

·
Escrito por Italo Bertão Filho (via Agência Estado)
Publicado em 26.10.2022, 08:46:00 Editado em 26.10.2022, 08:50:01
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O Índice de Confiança da Construção (ICST) recuou 0,8 ponto em outubro, a 100,9 pontos, informou nesta quarta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 1,4 ponto.

continua após publicidade

"A queda na confiança em outubro deveu-se fundamentalmente a uma correção das expectativas, mas que ainda se mantiveram em um patamar que denota otimismo com os negócios nos próximos meses", afirma a coordenadora de Projetos da Construção do Ibre/FGV, Ana Maria Castelo, em nota.

Castelo repara também que "o indicador que mede a evolução recente das atividades se mantém acima da neutralidade desde junho do ano passado, refletindo o maior aquecimento do setor, que tem se traduzido na geração de novos empregos pelas empresas".

continua após publicidade

Nas aberturas, o Índice de Situação Atual (ISA-CST) avançou 0,9 ponto, para 98,6 pontos, o maior nível desde dezembro de 2013 (99,1 pontos). O resultado foi puxado pela alta do volume da carteira de contratos, que subiu 3,1 pontos, para 100,5, enquanto o indicador que mede a situação atual dos negócios recuou 1,4 ponto, a 96,6 pontos.

O Índice de Expectativas (IE-CST), por sua vez, subiu 2,5 pontos, para 103,2 pontos. Entre os componentes do grupo, o indicador de tendência dos negócios nos próximos seis meses caiu 2,6 pontos, para 103,5, e o indicador de demanda prevista recuou 2,5 pontos, para 102,8.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da construção retraiu 0,9 ponto porcentual, para 77,1%. Nas aberturas, o Nuci de mão de obra caiu 0,7 ponto porcentual, para 78,2%, e o Nuci de máquinas e equipamentos caiu 1,3 ponto porcentual, para 71,9%.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

Deixe seu comentário sobre: "Confiança da construção recua 0,8 ponto em outubro, a 100,9 pontos, diz FGV"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!