Economia

Com maior pressão de passagem aérea, gasto com Transportes sobe 1,52% no IPCA

Da Redação ·

Os gastos das famílias com Transportes passaram de uma elevação 0,41% em junho para uma alta de 1,52% em julho, um impacto de 0,32 ponto porcentual sobre a taxa de 0,96% registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

continua após publicidade

A principal pressão foi das passagens aéreas, com aumento de 35,22% e impacto de 0,10 ponto porcentual. Também houve aumentos de preços no transporte por aplicativo (9,31%), ônibus urbano (0,38%) e ônibus intermunicipal (0,34%).

Os combustíveis subiram 1,24% em julho, ante alta de 0,87% em junho. A gasolina aumentou 1,55% em julho, contribuindo com 0,09 ponto porcentual para o IPCA do mês. O etanol recuou 0,75%, enquanto o óleo diesel subiu 0,96%.

continua após publicidade

Houve aumentos também nos automóveis usados (2,23%), motocicletas (1,41%) e automóveis novos (0,54%), contribuindo conjuntamente com 0,07 ponto porcentual no IPCA de julho.

Alguns produtos e serviços relacionados avançaram, como o pneu (1,68%), seguro voluntário de veículo (1,63%) e conserto de automóvel (0,67%). O pedágio aumentou 5,01%, influenciado por reajustes em São Paulo e Curitiba.