MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

China quer gerar 12 milhões de empregos; metas econômicas trazem poucos detalhes

Autoridades econômicas da China expressaram nesta segunda-feira (6) confiança de que cumprirão a meta de crescimento deste ano de "cerca de 5%", ao gerar 12 milhões de novas vagas e encorajar os gastos dos consumidores, após o fim dos controles contra a c

(via Agência Estado)

·
Escrito por (via Agência Estado)
Publicado em 06.03.2023, 08:53:00 Editado em 06.03.2023, 08:59:01
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Autoridades econômicas da China expressaram nesta segunda-feira (6) confiança de que cumprirão a meta de crescimento deste ano de "cerca de 5%", ao gerar 12 milhões de novas vagas e encorajar os gastos dos consumidores, após o fim dos controles contra a covid-19.

continua após publicidade

Autoridades de planejamento do gabinete não anunciaram detalhes sobre gastos nem outras iniciativas para reativar o crescimento, que desacelerou a 3% no ano passado, o segundo mais fraco em décadas. Mas afirmaram que planejam uma série de medidas para cumprir as metas anunciadas no domingo (5) pelo premiê Li Keqiang de elevar a renda e encorajar a inovação.

Os esforços para impulsionar a economia chinesa têm implicações globais, após vendas fracas no varejo, em automóveis e no setor imobiliário conterem a demanda por importações. O país é o maior mercado exportador para seus vizinhos asiáticos e uma fonte de receita importante para companhias ocidentais.

continua após publicidade

"Há muitos instrumentos de política na caixa de ferramentas", afirmou o vice-presidente da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento, Li Chunlin, em entrevista coletiva durante reunião da legislatura cerimonial da China.

O relatório de trabalho do premiê no domingo foi inusualmente breve, com poucos detalhes, o que sugere que o Partido Comunista deve aguardar até um novo premiê e os ministros do governo serem nomeados neste mês para anunciar outras mudanças em tributos, regulação e subsídios.

A meta de criação de empregos para este ano é de 12 milhões, superior à do ano passado, de 11 milhões, mas inferior aos 12,1 milhões de fato conseguidos em 2022, segundo Li. Fonte: Associated Press.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "China quer gerar 12 milhões de empregos; metas econômicas trazem poucos detalhes"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!