China: produção industrial e vendas no varejo aceleram recuperação em novembro - TNOnline
Mais lidas

    Economia

    Economia

    China: produção industrial e vendas no varejo aceleram recuperação em novembro

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 15.12.2020, 07:27:00 Editado em 15.12.2020, 07:32:21
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A atividade econômica da China manteve forte ímpeto e acelerou sua recuperação em novembro, segundo dados oficiais. Em relação a novembro de 2019, a produção industrial chinesa aumentou 7% no mês passado, ampliando o ganho de 6,9% visto em outubro, mostra pesquisa divulgada pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês) do país. O resultado de novembro superou a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam alta de 6,8% na produção.

    Também na comparação anual, as vendas no varejo da segunda maior economia do mundo subiram 5% em novembro, depois de avançarem 4,3% em outubro. Neste caso, porém, a estimativa do mercado era de acréscimo mais robusto nas vendas, de 5,5%. Já os investimentos em ativos fixos tiveram expansão anual de 2,6% entre janeiro e novembro, ganhando força considerável em relação à alta de 1,8% observada no acumulado do ano até outubro. A previsão para os primeiros 11 meses de 2020 era de aumento de 2,5%.

    O NBS também divulgou a taxa de desemprego urbano da China, que diminuiu pelo quarto mês seguido, de 5,3% em outubro para 5,2% em novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Vendas de moradias

    As vendas de moradias na China tiveram expansão de 9,5% entre janeiro e novembro ante igual período do ano passado, à medida que a segunda maior economia do mundo continuou se recuperando da pandemia do novo coronavírus, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas. O resultado mostra aceleração ante o acumulado até outubro, quando as vendas apresentaram acréscimo anual de 8,2%.

    Os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários registraram crescimento anual de 6,8% nos primeiros 11 meses de 2020, após subirem 6,3% entre janeiro e outubro. Já as construções iniciadas - considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais - diminuíram 2% no confronto anual do período de onze meses. Até outubro, porém, o recuo anual neste segmento havia sido mais intenso, de 2,6%. Fonte: Dow Jones Newswires.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "China: produção industrial e vendas no varejo aceleram recuperação em novembro"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.