MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Captação líquida dos fundos despenca 139,5% em 2022 ante 2021, diz Anbima

A indústria de fundos registrou resgate líquido de R$ 162,9 bilhões em 2022, queda de 139,5% ante o saldo positivo de R$ 412,5 bilhões em 2021, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, 5, pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financei

Bruna Camargo (via Agência Estado)

·
Escrito por Bruna Camargo (via Agência Estado)
Publicado em 05.01.2023, 14:49:00 Editado em 05.01.2023, 14:56:17
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A indústria de fundos registrou resgate líquido de R$ 162,9 bilhões em 2022, queda de 139,5% ante o saldo positivo de R$ 412,5 bilhões em 2021, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, 5, pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). O patrimônio líquido do setor chegou a R$ 7,4 trilhões em 2022, o que representa alta de 7,1% na comparação com o ano anterior (R$ 6,9 trilhões).

continua após publicidade

A classe com maior saída de recursos foi a de multimercados, com resgate líquido de R$ 87,6 bilhões em 2022, seguidos de fundos de ações (resgate líquido R$ 70,4 bilhões) e renda fixa (resgate líquido de R$ 48,9 bilhões).

No lado positivo, os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs) tiveram captação líquida de R$ 12,6 bilhões em 2022, acompanhados pelos fundos de índice (ETFs, na sigla em inglês), que terminaram o ano com o saldo de R$ 366,3 milhões.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Captação líquida dos fundos despenca 139,5% em 2022 ante 2021, diz Anbima"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!