MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Bostic, do Fed, descarta cortes de juros antes de meados de 2024

O presidente do Federal Reserve (Fed) de Atlanta, Raphael Bostic, descartou a possibilidade de cortes nos juros americanos antes de meados de 2024. Em entrevista à CNBC, Bostic defendeu que os dirigentes precisam ser "cautelosos e resolutos" nas próximas

Laís Adriana (via Agência Estado)

·
Escrito por Laís Adriana (via Agência Estado)
Publicado em 20.10.2023, 09:13:00 Editado em 20.10.2023, 09:19:47
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Federal Reserve (Fed) de Atlanta, Raphael Bostic, descartou a possibilidade de cortes nos juros americanos antes de meados de 2024. Em entrevista à

continua após publicidade
CNBC

, Bostic defendeu que os dirigentes precisam ser "cautelosos e resolutos" nas próximas decisões de política monetária, ecoando comentários do presidente do BC americano, Jerome Powell. Para ele, a economia ainda está forte e deve manter tendência positiva no longo prazo, porém, os indicadores estão começando a "mover rumo à meta" de controlar a inflação. Bostic espera que a atividade econômica desacelere em breve, sem causar uma recessão e dando apoio para o processo de redução da inflação que, na visão dele, já está em andamento no país. Questionado sobre o nível neutro dos juros nos EUA, Bostic evitou dar uma previsão ou afirmar se o nível estaria mais alto. "Não sei se nível neutro aumentou nos últimos anos, mas é possível. Não temos como dizer qual será o nível nos próximos cinco anos", comentou o dirigente. "Estamos apenas começando a repensar nossos frameworks e como economia funciona no pós-pandemia". Bostic também comentou brevemente sobre a recente volatilidade nos mercados financeiros, ao reiterar que o Fed não controla diretamente o mercado de títulos e que a recente escalada dos Treasuries está associada ao seu funcionamento dinâmico. Sobre a situação fiscal dos EUA, o dirigente preferiu não classificar a situação como insustentável e expressou confiança de que "o presidente Joe Biden e o Congresso conseguirão chegar a uma resolução" da dívida americana.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bostic, do Fed, descarta cortes de juros antes de meados de 2024"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!