Bolsonaro reconhece desemprego alto, mas diz que governo recuperou 500 mil vagas - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Bolsonaro reconhece desemprego alto, mas diz que governo recuperou 500 mil vagas

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Em conversa com apoiadores, o presidente da República, Jair Bolsonaro, reconheceu nesta quarta-feira, 4, que o índice de desemprego segue alto no País. Apesar disso, ressaltou que o governo recuperou 500 mil empregos nos últimos três meses. Na conversa, o presidente citou também que o campo e a indústria estão "indo bem".

"Alguns me criticam que o desemprego ainda tá alto. Eu sei. Mas nós recuperamos 500 mil empregos nos últimos três meses", afirmou o presidente.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na semana passada, a economia brasileira criou 313.564 empregos com carteira assinada em setembro. O resultado é o terceiro positivo consecutivo.

De acordo com informações do Ministério da Economia, de março até junho por conta da pandemia de covid-19 o Caged registrou 1,595 milhão de demissões líquidas. Já nos últimos três meses, entre julho e setembro, 697.296 postos formais foram recriados, uma recuperação de 43,73%.

Críticas ao isolamento

Nesta quarta-feira, Bolsonaro também voltou a criticar medidas de isolamento social adotadas no combate ao novo coronavírus destacando o impacto na economia. "Agora aquela política de alguns, 'fica em casa, a economia a gente vê depois', chegou boleto pra pagar aí. Pessoal não leva em conta isso", comentou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Bolsonaro reconhece desemprego alto, mas diz que governo recuperou 500 mil vagas"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.