Economia

Bolsonaro confirma reunião com Guedes e Lira para discutir alta dos combustíveis

Da Redação ·

O presidente da Republica, Jair Bolsonaro, confirmou nesta sexta-feira, 1º de outubro, a apoiadores que se reuniu no período da manhã com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para discutir a alta dos combustíveis. Segundo o chefe do Executivo, os três voltarão a se encontrar ao longo do final de semana, como já havia informado Lira mais cedo. "Vamos ver solução, alternativa", afirmou Bolsonaro.

continua após publicidade

"Quando se fala em Petrobras, preço de combustíveis... Temos leis para cumprir. Sou obrigado a cumprir leis e não reclamo disso, não. Mas a composição dos preços, como que pode... A gente é autossuficiente em petróleo, retira a mais ou menos 15 dólares e vocês pagam a quase 80, é algo acertado lá atrás", voltou a comentar Bolsonaro sobre a política de paridade de preços da estatal, elogiada pelo mercado. "Bento Albuquerque ministro de Minas e Energia precisa rezar um Pai Nosso, está sentado em cima de abacaxi enorme", acrescentou, lembrando aos apoiadores, em seguida, que a inflação da energia "arrasta tudo" - isto é, impacta outras formações de preços.

Os encontros de Bolsonaro com Lira e Guedes vêm em meio à pressão do governo sobre o Congresso para aprovar projeto de lei que obriga Estados a fixarem um valor nominal do ICMS incidente sobre combustíveis.

continua após publicidade

Na quinta, em transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente citou a possibilidade de repassar dividendos da Petrobras a um fundo regulador de combustíveis, que possa modular as oscilações dos preços.