Bolsas de NY fecham sem sinal único em dia de mudança do Fed para inflação - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Bolsas de NY fecham sem sinal único em dia de mudança do Fed para inflação

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Após pregão volátil, as bolsas de Nova York fecharam sem direção única nesta quinta-feira, 27, no dia em que o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, confirmou mudanças na estratégia de longo prazo da autoridade monetária, que deve tolerar períodos de inflação acima da média de 2%. Na prática, isso significa juros baixos por um período considerável, perspectiva que levou o S&P 500 a renovar recorde de fechamento pelo quinto pregão consecutivo.

O índice Dow Jones terminou em alta de 0,57%, em 28.492,27 pontos, o S&P 500 subiu 0,17%, a 3.484,55 pontos, e o Nasdaq perdeu 0,34%, a 11.625,34 pontos.

Em discurso no simpósio de Jackson Hole, organizado pela distrital de Kansas do Fed, Powell anunciou o que boa parte do mercado já esperava: a instituição passará a buscar inflação "em média" de 2%.

A adição desse termo pressupõe que, após períodos em que a inflação esteja abaixo da meta, o banco central americano vai permitir que ela fique acima do nível de 2%, para compensar o tempo em que os preços ficaram deprimidos.

No entendimento da Capital Economics, a mudança deve fazer com que o Fed lance novos estímulos monetários, com possível avanço do ritmo de compras de ativos. No entanto, para a consultoria, é improvável que essas medidas venham a impulsionar a economia real. "O Fed terá dificuldades para atingir sua taxa de inflação de 2%, quanto mais para entregar uma inflação acima da meta", prevê.

Investidores demonstraram certa dificuldade para digerir o anúncio de Powell, o que levou os principais índices acionários a oscilarem entre altas e baixas. Com isso, o índice VIX, que mede a volatilidade em Wall Street, avançou 4,68%, a 24,35 pontos. Houve ainda um processo de realização de lucros das ações de grandes empresas do setor de tecnologia. O papel do Facebook, por exemplo, perdeu 3,52% e da Amazon caiu 1,22%.

A ação da Walmart, por sua vez, saltou 4,55%, repercutindo a informação de que a varejista se juntou à Microsoft (+2,46%) nas negociações pela compra do TikTok. A Casa Branca tem pressionado a chinesa ByteDance, controladora do aplicativo, a vender o braço americano da plataforma, sob argumento de que ela pode ser usada por Pequim como veículo de espionagem.

Em Washington, segue o impasse a respeito de uma nova rodada de estímulos fiscais. A presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, conversou por telefone com o chefe de Gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, por 20 minutos, mas as conversas foram infrutíferas e o pacote continua travado no meio de disputas entre republicanos e democratas.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Bolsas de NY fecham sem sinal único em dia de mudança do Fed para inflação"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.