Mais lidas

    Economia

    Economia

    Bolsas de NY fecham sem sinal único, de olho em indicadores dos EUA e Fed

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 03.05.2021, 18:16:00 Editado em 03.05.2021, 18:22:50
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As bolsas de Nova York fecharam sem sinal único nesta segunda-feira, em sessão marcada pela divulgação de indicadores nos Estados Unidos e discursos públicos de dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Entre as manifestações dos integrantes do Fed, o presidente da autoridade monetária, Jerome Powell, afirmou que está otimista com o panorama da economia, mas indicou que o país "ainda não está fora de perigo". O setor de energia teve algumas das principais altas da sessão, enquanto Amazon e Tesla pressionaram o Nasdaq para baixo.

    O índice Dow Jones fechou em alta de 0,70%, em 34.113,23 pontos, o S&P 500 subiu 0,27%, a 4.192,66 pontos, e o Nasdaq recuou 0,48%, a 13.895,12 pontos.

    As bolsas abriram em alta, mas foram pressionadas após a publicação de dados nos EUA. O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria americana, elaborado pelo ISM, recuou de 64,7 em março para 60,7 em abril. Analistas previam que o indicador avançaria a 65. Já os investimentos em construção no país subiram 0,2% em março ante fevereiro, abaixo da previsão de alta de 1,8% dos analistas.

    Dentre os dirigentes do Fed que discursaram hoje, Powell afirmou que "nós ainda não estamos fora de perigo, mas estou feliz em dizer que temos feito progresso real", em referência à pandemia de covid-19. Já o presidente da distrital de Nova York, John Williams, considera que a atividade nos EUA está posicionada para crescer rapidamente, e projetou uma alta de 7% no PIB americano em 2021.

    Tendo em vista a perspectiva de retomada na demanda por petróleo e alta do barril nesta segunda-feira, ações do setor tiveram alguns dos principais ganhos. Baker Hughes teve alta de 7,96%, acompanhada por Chevron (+2,39%), ExxonMobil (+2,80%) e ConoccoPhilips (+3,21%).

    As empresas produtoras de vacinas contra a covid-19 tiveram uma sessão com noticiário agitado. A Moderna, que acertou nesta segunda a entrega de milhões de imunizantes à Covax, teve alta de 4,03%. A Pfizer, envolvida em um potencial aumento das exportações de suas vacinas produzidas nos EUA, subiu 3,05%. A Johnson & Johnson, por sua vez, avançou 1,57%. Por outro lado, a Novavax despencou 17,65%, apesar das notícias sobre o começo dos testes de suas vacinas em jovens e de previsões de entregas de seu imunizante na Europa.

    Amazon (-2,33%) e Tesla (-3,46%) recuaram, pressionando especialmente o Nasdaq. As duas companhias divulgaram balanços na semana passada. Nesta segunda, foi informado que a Amazon terá direitos de exclusividade na transmissão da NFL antes do esperado. Já a Ebay teve alta de 4,23% na Nasdaq, após a plataforma dizer que está aberta à possibilidade de aceitar criptomoedas como meio de pagamento no futuro.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsas de NY fecham sem sinal único, de olho em indicadores dos EUA e Fed"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.