Mais lidas

    Economia

    Economia

    Bolsas de NY fecham sem direção única, com Treasuries e Archegos Capital no radar

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 29.03.2021, 18:58:00 Editado em 29.03.2021, 19:03:03
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As bolsas de Nova York fecharam sem sinal único, com o índice Dow Jones renovando máxima histórica de fechamento, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq ficaram no vermelho. As ações do setor financeiro foram pressionadas após Credit Suisse e Nomura alertarem para possíveis "perdas significativas" com transações do fundo Archegos Capital. O avanço nos rendimentos dos Treasuries também influenciou o mercado, pesando principalmente nas ações de tecnologia.

    O índice Dow Jones fechou em alta de 0,30%, aos 33.171,37 pontos, o S&P 500 com recuo de 0,09%, aos 3.971,09 pontos, e o Nasdaq caiu 0,60%, aos 13.059,65 pontos.

    Os investidores "observaram de perto a implosão do fundo de hedge", disse a Stifel em relatório enviado a clientes. Segundo o Wall Street Journal, perdas no fundo de hedge, dirigido por Bill Hwang, desencadearam a liquidação de posições que se aproximam de US$ 30 bilhões. O movimento, que levou o Credit Suisse e o Nomura a alertarem o mercado sobre possíveis perdas, alimentou especulações sobre a possibilidade de impacto em outras instituições financeiras, derrubando as ações do setor em Nova York. Os papéis do Morgan Stanley caíram 2,63%, acompanhado por Wells Fargo (-3,32%) e Citigroup (-1,97%).

    Mesmo com a notícia de que espera colocar a maior parte de sua frota em operação no segundo trimestre deste ano, após "a recente força nas reservas domésticas e internacionais de curta distância", as ações da American Airlines tiveram perdas de 0,08%. Apesar do anúncio sobre a efetividade de sua vacina contra a covid-19 por autoridades nos EUA, as ações da Moderna tiveram perdas de 7,40%. Nos últimos dias, foi noticiada uma crescente pressão à Casa Branca para a quebra de patentes das vacinas produzidas no país. Já a Pfizer teve alta de 1,02%, também citada no anúncio de efetividade.

    Por outro lado, as ações da Boeing se valorizaram 2,31% após a notícia de que a área Southwest Airlines encomendou 100 aeronaves modelo 737 Max. Já o papel do Facebook ganhou 2,76%, depois que o Deutsche Bank elevou o preço-alvo de US$ 355 para US$ 385. Algumas outras ações de big techs também tiveram altas, como Twitter (2,74%) e Alphabet (1,04%). No entanto, observando o mercado de Treasuries, algumas ações recuaram, pressionando o Nasdaq. A Tesla perdeu 1,20%, a desenvolvedora Roblox, que vem recebendo grande atenção desde seu IPO neste ano, caiu 5,46%. Spotify (-3,34%) e Snap (-3,93%) foram outras quedas relevantes.

    Tema observado pelo mercado, a proposta de um pacote de infraestrutura pelo presidente dos EUA, Joe Biden, deve ser anunciada na próxima quarta-feira. O TD Securities analisa a nova injeção de dinheiro na economia com cautela. "O gasto total proposto pode ultrapassar US$ 4 trilhões, mas isso será distribuído por 10 anos, e haverá aumentos de impostos propostos para desacelerar o crescimento do déficit público".

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsas de NY fecham sem direção única, com Treasuries e Archegos Capital no radar"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.