Economia

Bolsas de NY fecham em baixa, pressionadas por Treasuries

Da Redação ·

As bolsas de Nova York fecharam em baixa nesta segunda-feira, 10, com o Nasdaq recuando mais de 2% em meio a uma alta nos rendimentos dos Treasuries, e com queda de big techs. No noticiário, o fechamento de um dos principais dutos de transporte de combustíveis dos Estados Unidos por conta da ação de hackers recebeu grande atenção. Petroleiras chegaram a ter alta, mas o impulso diminuiu durante a sessão. Já a FireEye, companhia envolvida na assistência ao caso, teve avanço.

continua após publicidade

Com uma piora do mercado acionário nos últimos minutos do pregão, o índice Dow Jones recuou 0,10%, a 34.742,82 pontos, depois de ter renovado a máxima histórica intraday logo após a abertura do mercado. O S&P 500, por sua vez, caiu 1,04%, a 4.188,43 pontos, e o Nasdaq teve queda de 2,55%, a 13.401,86 pontos.

Nesta segunda-feira, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Dallas, Robert Kaplan, voltou a defender o início do debate sobre a redução das compras de ativos. A presidente do Fed de São Francisco, Mary Daly, por outro lado, disse que ainda é cedo para discutir o assunto.

continua após publicidade

Uma pesquisa divulgada pelo Fed de NY mostrou que as expectativas de inflação no curto prazo atingiram o maior nível desde setembro de 2013. Como resultado, os rendimentos dos Treasuries subiram ao longo da sessão, pressionando as ações, em especial as que compõem o Nasdaq.

Entre as big techs, a Tesla teve um dos maiores recuos, caindo 6,21%. O resultado segue a aparição do CEO da empresa, Elon Musk, no programa Saturday Night Live, com grande destaque nos EUA. Ele revelou que tem Síndrome de Asperger, um grau leve de autismo. Facebook (-4,11%), Apple (-2,58%), Amazon (-3,07%) e Alphabet (-2,56%), que controla o Google, também registraram baixas.

Em destaque, o presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira que o governo americano está preparado para tomar medidas adicionais com relação aos impactos do fechamento do principal duto de transporte de gasolina e óleo diesel para a Costa Leste do país. Como resultado, os preços de combustíveis chegaram a subir, e durante a sessão, ações de petroleiras tiveram alta. Mais próximo ao fim do pregão, o movimento diminuiu, e a Chevron acabou recundo 0,41%. Já a ExxonMobil subiu 0,24%. A FireEye, companhia de serviços cibernéticos que vem prestando serviços no caso, segundo a Reuters, teve alta de 1,19%.

Outro setor que teve alta durante grande parte da sessão, mas diminuiu os ganhos perto do fim do pregão, foi o financeiro. Um dos principais componentes do segmento, Goldman Sachs recuou 0,60%.