Economia

Bolsas de NY fecham em baixa, com foco em dados dos EUA e balanços

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O mercado acionário de Nova York fechou em queda, nesta terça-feira, 26. O quadro já era negativo na abertura, com balanços e outras notícias do setor corporativo pesando no humor das bolsas, e piorou após indicadores fracos dos Estados Unidos. Além disso, investidores se posicionavam para balanços importantes, previstos para depois do pregão e o restante da semana, e também para a decisão de política monetária de amanhã do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

continua após publicidade

O índice Dow Jones fechou em baixa de 0,71%, em 31.761,54 pontos, o S&P 500 caiu 1,15%, a 3.921,05 pontos, e o Nasdaq recuou 1,87%, a 11.562,57 pontos.

Após o fechamento sem sinal único de ontem, o Walmart revisou em baixa previsões de lucro para o segundo trimestre e o ano fiscal de 2023. A ação da empresa recuou hoje 7,61% e a atualização gerou temores sobre o setor de varejo em geral, em quadro de perda de fôlego da economia americana.

continua após publicidade

Na manhã de hoje, General Motors e McDonald's publicaram resultados, com números inferiores ao esperado pelo mercado. Os papéis recuaram hoje 3,27% e 2,58%, respectivamente. Já 3M subiu 5,00%, após anunciar que separará seus negócios de saúde, em paralelo a seu balanço do segundo trimestre. Havia ainda expectativa por balanços importantes após o fechamento, como os de Microsoft, Alphabet e Visa. Antes disso, os papéis recuaram hoje 2,68%, 2,32% e 1,05%. Amazon, por sua vez, caiu 5,26%.

Na agenda de indicadores, dados de confiança do consumidor e de vendas de moradias novas nos EUA frustraram a previsão de analistas, o que fez o quadro nas bolsas de Nova York piorar no fim da manhã. À tarde o quadro negativo prosseguiu, com o índice Nasdaq mais pressionado.