Bolsas da Europa têm perdas pelo 3º dia sem ancorar otimismo por pacote nos EUA - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Bolsas da Europa têm perdas pelo 3º dia sem ancorar otimismo por pacote nos EUA

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

As bolsas da Europa têm o terceiro pregão consecutivo de perdas, com os investidores desencorajados a embarcar em um sentimento de otimismo em torno de um novo pacote fiscal nos Estados Unidos, fora a preocupação com a covid-19. A aversão a risco ofusca bons ventos da safra de resultados do terceiro trimestre, com destaque para a gigante de alimentos Nestlé e a Ericson, de telecomunicações, mas, por outro lado, tem reforço dos setores de saúde e construção, que têm uma manhã de baixa.

A queda generalizada nos mercados do Velho Continente contrasta com o desempenho das bolsas da Ásia e do Pacífico, que fecharam majoritariamente em alta. Às 7h07 (de Brasília), o índice Stoxx 600, que representa 90% das ações europeias, tinha declínio de 0,76%, a 362,74 pontos.

Um acordo para um novo socorro à economia norte-americana parece estar mais próximo - embora isso não anime os mercados nos dois lados do Canal da Mancha. Depois de progressos nas negociações, a presidente da Câmara dos Representantes nos EUA, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, terão novas conversas nesta quarta.

A preocupação com o alcance da covid-19 na Europa também mina o bom humor dos investidores. A Espanha anunciou um bloqueio de duas semanas, a partir de quinta-feira (22), no norte do país, enquanto a Itália avalia medidas mais duras. O "lockdown" de seis semanas na Irlanda começa hoje, primeiro membro da UE a adotar um novo bloqueio nacional.

"O sentimento do mercado azedou na Europa, à medida que os investidores estão cada vez mais preocupados com o aumento acentuado de novos casos da covid-19", afirma o analista de mercados da australiana Axi, Milan Cutkovic.

Depois do desfecho desolador da semana passada, as tratativas em torno do Brexit parecem retomar com um horizonte mais promissor - ainda que um acordo possa ser encontrado apenas em meados de novembro. O negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, disse que as "portas estão abertas" após conversar com sua contraparte britânica, David Frost. A sinalização apoia a libra esterlina, cotada a US$ 1,3059, ante US$ 1,2936 no fim da tarde de ontem.

Na renda fixa, a preocupação com novos "lockdowns" não impediu a União Europeia de estrear a captação de recursos para financiar o programa de auxílio-desemprego na pandemia, batizado de Sure, com o pé direito. Levantou "apenas" 17 bilhões de euros, mas atraiu uma demanda da ordem de 233 bilhões de euros, quebrando todos os recordes em emissões públicas no bloco.

Já na esfera macro, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Reino Unido subiu 0,5% em setembro ante igual mês do ano passado, conforme o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

A baixa inflação, segundo o economista-chefe para Reino Unido da britânica Capital Economics, Paul Dales, associada a novas restrições por conta da covid-19, deve levar o Banco Central da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) a lançar uma nova fase do programa de relaxamento quantitativo (QE), de 100 bilhões de libras. "O Banco da Inglaterra não precisa se preocupar com a inflação para contemplar um estímulo extra", avalia, em relatório a clientes.

Também às 7h07 (de Brasília), o índice FTSE-100, de Londres, tinha baixa de 1,15% e, em Frankfurt, o DAX caía 0,78%. O CAC-40, de Paris, apontava recuo de 0,94%, enquanto o FTSE-MIB, de Milão, declinava 0,98% e o IBEX-35, de Madri, registrava perdas de 0,96%. Em Lisboa, o PSI-20 tinha desvalorização de 0,23%.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Europa têm perdas pelo 3º dia sem ancorar otimismo por pacote nos EUA"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.