Economia

Bolsas da Europa operam na maioria em alta, em dia importante no Brexit

Da Redação ·

As bolsas da Europa mostram ganhos em sua grande maioria, nas primeiras horas do pregão desta quarta-feira. Após fecharem sem sinal único ontem, os índices sobem com a perspectiva de vacinas contra a covid-19 e também de um dia importante nas negociações comerciais entre Reino Unido e União Europeia. O avanço do novo coronavírus, contudo, continua no radar como ameaça importante, com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, defendendo mais restrições à circulação para conter a crise de saúde.

continua após publicidade

Notícias recentes em geral positivas sobre vacinas contra a covid-19 têm apoiado o humor de investidores. Analistas alertam, contudo, que a logística para a aplicação será complexa, sobretudo nos meses iniciais, e com isso o impacto econômico direto pode demorar mais. Hoje, Merkel adotou tom cauteloso, ao defender mais restrições à circulação em toda a Alemanha diante dos números da pandemia. Nesse contexto, o Banco Central Europeu (BCE) se reúne nesta quinta-feira (10) e a expectativa, segundo o ING, é de mais relaxamento monetário para contrabalançar a fraqueza.

Na agenda de indicadores, a Alemanha teve alta de 0,8% em outubro ante setembro nas suas exportações, abaixo da previsão de aumento de 1,4% dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal.

continua após publicidade

No noticiário, o Brexit é um dos principais focos. Hoje, o premiê britânico, Boris Johnson, deve ir a Bruxelas negociar com o comando da UE. As partes chegaram a um acordo preliminar nesta semana, mas persistem divergências.

Às 6h45 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,52%, Frankfurt avançava 0,85% e Paris, 0,30%. Na contramão da maioria, Milão recuava 0,11%. Madri tinha alta de 0,31% e Lisboa avançava 0,65%. No câmbio, o euro subia a US$ 1,2121 e a libra operava com ganhos, em US$ 1,3442, recuperando-se de perdas recentes, mas com o noticiário do Brexit como fator importante para a divisa britânica.