Economia

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, com melhora na reta final do pregão

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os mercados acionários da Europa ostentavam quadro negativo em boa parte do dia, com cautela frente ao risco de recessão na zona do euro, em meio a indicadores fracos da região. Em jornada de queda forte do petróleo, porém, houve espaço para uma melhora das bolsas no fim da sessão, com algumas das mais importantes terminando em alta.

continua após publicidade

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,49%, em 417,04 pontos, após cair em boa parte do dia.

Na agenda de indicadores, o índice ZEW de expectativas econômicas da Alemanha veio bem abaixo do esperado, em junho. Diante disso, o euro chegou a atingir brevemente paridade frente ao dólar. Segundo analistas, o euro pode seguir sob pressão, diante dos riscos de recessão na região da moeda comum. A Oxford Economics afirmou que o dado ilustrou os riscos à economia alemã e adiantou que deve cortar projeções para o crescimento da zona do euro. Para o Morgan Stanley, o indicador reforça a percepção de um quadro de recessão regional.

continua após publicidade

Havia ainda cautela na Europa na véspera da publicação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA. Investidores ainda esperavam balanços corporativos do país, nesta semana. Mais para o fim do pregão europeu, porém, o quadro geral melhorou nas bolsas europeias, garantindo fechamento misto.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 registrou alta de 0,18%, a 7.209,86 pontos. Entre ações em foco, BP recuou 1,96% e Glencore perdeu 0,97%, mas Barclays subiu 0,75%

Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,57%, para 12.905,48 pontos, terminando na máxima do dia. Deutsche Bank registrou alta de 0,47%, TUI de 1,05% e, no setor de energia, E.ON caiu 0,62%.

continua após publicidade

Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 avançou 0,80%, a 6.044,20 pontos. Société Générale subiu 0,35%, após sessão volátil, enquanto TotalEnergies caiu 1,34%.

Já em Milão, o índice FTSE MIB fechou em baixa de 0,38%, em 21.485,70 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 caiu 0,62%, a 8.014,80 pontos. Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI 20 terminou em queda de 1,34%, em 5.920,56 pontos.