Economia

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, após dado fraco da Alemanha

Da Redação ·

Os mercados acionários da Europa tiveram pregão majoritariamente negativo nesta terça-feira, 12, mas algumas praças melhoraram mais para o fim do pregão, deixando o quadro sem sinal único. Investidores monitoraram um dado modesto da Alemanha, bem como anúncios do Fundo Monetário Internacional (FMI).

continua após publicidade

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em baixa de 0,07%, em 457,21 pontos.

Na agenda de indicadores, o índice de expectativas econômicas da Alemanha caiu de 26,5 em setembro a 22,3 em outubro, segundo o instituto ZEW. Analistas previam 24,0. Após o dado, a Pantheon comentou em relatório que há sinais de perda de fôlego no avanço do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro no quarto trimestre, mas que a inflação continua a mostrar força. A consultoria projeta crescimento de 0,8% no PIB da zona do euro no quarto trimestre ante o terceiro e diz que pode ainda cortar mais essa expectativa.

continua após publicidade

Já o FMI publicou relatório, no qual cortou a previsão de crescimento mundial neste ano, de 6,0% a 5,9%, mantendo a expectativa para avanço de 4,9% em 2022. Para a zona do euro, o fundo espera crescimento de 5,0% neste ano e de 4,3% para 2022.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em queda de 0,23%, em 7.130,23 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,34%, a 15.146,87 pontos. Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 caiu 0,34%, a 6.548,00 pontos, mas terminou na máxima do dia.

Em Milão, o índice FTSE MIB fechou em alta de 0,23%, a 25.990,02 pontos. Na Bolsa de Madri, o índice Ibex subiu 0,41%, a 8.935,90 pontos. Já o índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, avançou 0,45%, para 5.562,21 pontos.