Economia

Bolsas da Europa fecham em queda, puxadas para baixo por NY e incerteza do Brexit

Da Redação ·

Acompanhando a queda nas bolsas de Nova York, os principais índices europeus fecharam em baixa nesta sexta-feira, 18. O movimento também foi puxado pela deterioração aparente das negociações de um acordo pós-Brexit entre Londres e Bruxelas e catalisado pela volatilidade do quadruple witching, fechamento simultâneo de quatro tipos de contratos futuros ligados a ações.

continua após publicidade

Apesar das perdas diárias nas principais bolsas, o saldo semanal é positivo. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou o dia em retração de 0,35%, aos 395,90 pontos, mas o avanço na comparação com a sexta-feira passada foi de 1,48%.

Sobre as negociações entre Londres e Bruxelas, o premiê britânico, Boris Johnson, avalia que o Reino Unido continuará negociando o acordo comercial pós-Brexit com a UE, mas avalia que as tratativas estão "difíceis". Ontem, 17, parlamentares da União Europeia deram um ultimato de que domingo, 20, será o último dia para que um acordo seja apresentado, a fim de ser votado pelos parlamentares até o fim do ano, quando termina o período de transição.

continua após publicidade

No Reino Unido, o índice FTSE 100 fechou em baixa de 0,33%, aos 6.529,18 pontos. No comparativo semanal, o índice perdeu 0,27%. Tiveram destaque positivo as ações da montadora Rolls-Royce (+1,33%) e da petroleira BP (+0,74%) e negativo os bancos Lloyds (-3,64%) e Barclays (-0,37%).

O índice francês CAC 40 recuou 0,39% e encerrou o dia com 5.527,84 pontos. O índice acumulou ganhos de 0,37% na semana. A telefônica Orange avançou 3,37% no dia, enquanto que a siderúrgica ArcelorMittal recuou 2,44%.

Na Alemanha, o índice Dax teve perdas de 0,27% no dia e fechou aos 13.630,51 pontos. Na semana, o índice cresceu 3,94%.

continua após publicidade

Em Portugal, o PSI 20 fechou em baixa de 1,30%, aos 4.763,03 pontos, e em Milão, o FTSE MIB fechou o dia em recuo de 0,16%, com 21.976,12 pontos. Apesar do resultado de hoje, durante a semana os índices tiveram ganhos de 0,43% e 1,26% respectivamente.

Já na Espanha, o IBEX 35 teve perdas de 1,42%, a 8.037,40 pontos, com recuo de 0,32% na semana.