MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Bolsas da Europa fecham em queda, influenciadas por balanços ruins e possível desaceleração

As bolsas da Europa fecharam em baixa nesta sexta-feira, 27, depois de grandes empresas divulgarem balanços que desagradaram investidores, e na esteira de indícios de fraqueza da economia da zona do euro, com "dados preocupantes para a economia", segundo

Gabriel Tassi Lara (via Agência Estado)

·
Escrito por Gabriel Tassi Lara (via Agência Estado)
Publicado em 27.10.2023, 13:27:00 Editado em 27.10.2023, 13:31:51
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

As bolsas da Europa fecharam em baixa nesta sexta-feira, 27, depois de grandes empresas divulgarem balanços que desagradaram investidores, e na esteira de indícios de fraqueza da economia da zona do euro, com "dados preocupantes para a economia", segundo a Capital Economics, em referência à pausa de juros do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira.

continua após publicidade

Em Londres, o FTSE 100 fechou em queda de 0,86%, a 7.291,28 pontos; em Frankfurt, o DAX recuou 0,15%, aos 14.687,41 pontos; em Paris, o CAC 40 caiu 1,21%, aos 6.795,38 pontos; em Madri, o Ibex 35 recuou 0,46% aos 8.921,30 pontos; em Milão, o FTSE MIB subiu 0,80%, a 27.287,45 pontos; e, em Lisboa, o PSI 20 ganhou 0,39%, aos 6.213,08 pontos. As cotações são preliminares.

Desde a quinta-feira, com a decisão do BCE de pausar a alta de juros, as bolsas operaram com viés negativo, pois, segundo analistas, a autoridade monetária deu sinais de que a economia do bloco pode crescer menos do que o esperado. Nesta sexta, no início da manhã, os índices acionários europeus chegaram a ensaiar melhora, puxados pelo setor de energia, que reagiu à alta do petróleo. Porém, os balanços negativos também contribuíram para puxar os índices para o vermelho.

continua após publicidade

Em Paris, os papéis da Air France-KLM subiram 0,60%, depois que a empresa teve resultados trimestrais que apontaram receita aquém do esperado mas lucro operacional positivo.

O balanço do NatWest, no Reino Unido, indicou rebaixamento da perspectiva da empresa para o ano inteiro e contribuiu para o pessimismo no setor bancário, afirma o CMC Markets, com a ação caindo 11,10%. Na esteira dos números do banco, o Barclays recuou 2,30% e o Lloyds caiu 2,98%, levando o índice FTSE100 para a maior baixa em dois meses.

Também nesta sexta, europeus monitoraram o índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) dos EUA, que veio levemente acima do esperado e, segundo a Oxford Economics, mostra que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deverá ser muito cauteloso caso opte por subir juros.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Europa fecham em queda, influenciadas por balanços ruins e possível desaceleração"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!