Economia

Bolsas da Europa fecham em queda, com bancos alemães sob pressão, Ucrânia e dados

Da Redação ·

Os mercados acionários da Europa registraram baixa, nesta terça-feira, 12. A guerra na Ucrânia e seus impactos econômicos continuavam a ser um foco importante, mas hoje também chamou a atenção a notícia de uma grande venda de ações de dois bancos da Alemanha, o que pressionou os papéis. As bolsas chegaram a reduzir perdas após dado de inflação dos Estados Unidos, mas o quadro negativo se manteve.

continua após publicidade

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,35%, em 456,65 pontos.

A ação do Deutsche Bank recuou 9,36% e a do Commerzbank, 8,47%, na Bolsa de Frankfurt. Relatos de que um investidor não identificado vendeu participações de mais de 5% nos dois bancos pressionaram os papéis.

continua após publicidade

Na agenda de indicadores, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da Alemanha subiu 7,3% em março, na comparação anual, com alta mensal de 2,5%. Os números vieram em linha com o esperado e confirmaram as preliminares.

Ainda no país, o índice ZEW de expectativas econômicas recuou de -39,3 em março a -41 em abril, ante previsão de -50 dos analistas. O Morgan Stanley afirma que o quadro nas expectativas alemãs piorou por causa da guerra na Ucrânia, com sanções contra a Rússia e mais incerteza. O banco americano diz ainda que, nesse quadro, o crescimento econômico alemão deve ser "fraco" neste ano e ficar entre 1,4% e 1,5%.

Em relatório, a Organização Mundial de Comércio (OMC) afirmou que a guerra na Ucrânia provoca um choque "severo" na economia global. A entidade projetou que o mundo cresça 2,8% em 2022.

continua após publicidade

Nas bolsas europeias, os índices chegaram a reduzir perdas após o CPI dos EUA. A inflação continua a mostrar força no país, mas vários analistas consideraram que o dado desta terça pode ter sido seu pico, projetando queda no índice no restante do ano.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em baixa de 0,55%, em 7.576,66 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,48%, a 14.124,95 pontos.

continua após publicidade

Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 teve queda de 0,28, a 6.537,41 pontos.

O índice FTSE MIB, da Bolsa de Milão, recuou 0,33%, a 24.667,27 pontos.

Em Madri, o índice IBEX 35 registrou baixa de 0,08%, a 8.578,00 pontos.

Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI 20 recuou 0,23%, a 6.097,58 pontos.