Bolsas da Europa fecham em forte alta após avanço em vacina da Pfizer - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Bolsas da Europa fecham em forte alta após avanço em vacina da Pfizer

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

As bolsas da Europa fecharam com fortes altas, seguindo uma euforia dos mercados com a divulgação de que uma vacina experimental contra covid-19 desenvolvida pela Pfizer em conjunto com a BioNTech registrou 90% de eficácia. Setores que são mais impactados ao noticiário sobre a doença tiveram altas extremamente expressivas, com destaque para o aéreo. Petroleiras e bancos também tiveram bom desempenho na sessão. O índice pan-europeu Stoxx 600 teve alta de 3,98%, a 380,99 pontos.

No continente, a expectativa pela vacina foi endossada pelo anúncio da Comissão Europeia de que irá comprar 300 milhões de doses do imunizante da Pfizer. O clima de otimismo para as bolsas já vinha se intensificando com a vitória de Joe Biden nas eleições dos Estados Unidos.

"A segunda onda de covid-19 continua a atrapalhar as economias em todo o mundo, e as últimas notícias sobre vacinas são um incentivo bem-vindo para a esperança de que 2021 possa ser um ano muito melhor do que 2020 para a economia global", avalia o ING.

As ações das companhias aéreas do continente disparam. A expectativa de que a vacina leve a uma retomada nas viagens impulsionou as altas de IAG, que controla a Iberia e a British Airways,(+25,68%), Easyjet (35,96%) Air France-KLM (+27,48%), Lufthansa (19,88%) e Amadeus (+15,68%).

Com ganhos que chegaram aos 10% durante o pregão, o petróleo em Nova York e Londres impulsionou as ações das empresas do ramo em diversas bolsas. As perspectivas positivas para a economia global levaram aos avanços de Total (+15,07%), BP (+15,05%), Royal Dutch Shell (+12,48%), Repsol (18,23%), Eni (12,78%), Galp (17,40%).

O setor bancário foi outro que disparou com as perspectivas positivas para a economia. Barclays (13,66%), Caixabank (14,98%), Santander (19,22%), BNP Paribas (+17,98%) tiveram importantes altas ao redor da região.

A maior alta entre as principais bolsas europeias foi em Madri, com o IBEX 35 chegando a ultrapassar os 7.500 pontos, nível que a imprensa local registra que não havia sido alcançado desde julho do último ano. Ao longo da sessão, a euforia diminuiu um pouco, e o índice terminou com avanço de 8,57%, a 7,459,40 pontos.

Em um dia também positivo para o setor automotivo, a Peugeot teve alta de 7,53%, e ajudou no avanço do CAC 40 em Paris, que subiu 7,57%, a 5.336,32 pontos.

A Volkswagen teve alta de 6,88% em Frankfurt, onde o DAX avançou 4,94%, a 13.095,97 pontos.

A alta da Pirelli de 14,22% ajudou o FTSE MIB a fechar com avanço de 5,43% em Milão, a 20.750,18 pontos.

O BCP Millenium teve avanço de 18,92%, em meio ainda ao intenso noticiário financeiro português, e foi a maior alta no PSI 20, que subiu 4,50%, a 4.222,68 pontos, em Lisboa.

Em Londres, o FTSE teve alta de 4,67%, a 6.186,29 pontos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Europa fecham em forte alta após avanço em vacina da Pfizer"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.