Mais lidas

    Economia

    Economia

    Bolsas da Europa fecham em alta em meio à melhora no sentimento de risco

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 20.05.2021, 13:26:00 Editado em 20.05.2021, 13:31:56
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As bolsas da Europa fecharam em alta nesta quinta-feira, 20, em meio à melhora no sentimento de risco nos mercados globais, após um período de cautela alimentado por temores de inflação. A estabilização dos juros dos Treasuries ajudou a reavivar a busca por risco nas mesas de operações.

    O índice Stox 600, que reúne as principais ações do continente, encerrou a sessão com ganho de 1,27%, a 441,90 pontos. Os principais índices acionários da região encerraram em suas máximas intraday.

    A renda fixa americana entrou em processo de ajuste nesta manhã, um dia após reagir ao sinal da ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de que alguns dirigentes consideram prudente iniciar o debate sobre a diminuição das compras de ativos.

    A queda dos pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos ao menor nível desde o início da pandemia também ajudou a melhorar o clima entre investidores em Wall Street, o que fortaleceu os negócios no Velho Continente.

    Em Londres, o índice FTSE 100 avançou 1,00%, a 7.019,79 pontos. Já o CAC 40, de Paris, se valorizou 1,29%, a 6.343,58 pontos.

    Na Bolsa de Frankfurt, o DAX subiu 1,70%, a 15.370,26 pontos. Por lá, repercutiu a leitura da inflação ao produtor alemã, que aumentou 0,8% em abril ante março, em linha com o esperado por analistas. Em relatório divulgado nesta quinta, o Fundo Monetário Internacional avaliou que a recuperação econômica da Alemanha permanece incerta, apesar do aceleração do ritmo de vacinação contra o coronavírus.

    Em análise sobre a zona do euro em geral, a Capital Economics avalia que a inflação ficará mais fraca do que nos EUA, mesmo com a esperada recuperação da economia. "No longo prazo, a inflação provavelmente subirá em direção a 2% apenas de forma lenta", prevê.

    O índice FTSE MIB, de Milão, terminou o pregão em alta de 0,88%, a 24.702,11 pontos. O governo italiano aprovou nesta quinta-feira cerca 40 bilhões de euros em estímulos à economia. Segundo o primeiro-ministro do país, Mario Draghi, as projeções econômicas para este ano devem ser elevadas.

    Nas praças ibéricas, o Ibex 35, de Madri, avançou 0,59%, a 9.124,30 pontos.

    Já o PSI 20, de Lisboa, ganhou 1,15%, a 5.280,14 pontos - o mercado português foi o único entre os citados que não fechou na máxima do dia.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Europa fecham em alta em meio à melhora no sentimento de risco"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.