Mais lidas

    Economia

    Economia

    Bolsas da Europa fecham em alta, com decisão do BCE e pacote fiscal dos EUA

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 11.03.2021, 14:35:00 Editado em 11.03.2021, 14:40:45
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As bolsas da Europa encerraram o pregão desta quinta-feira, 11, em alta, após o Banco Central Europeu (BCE) divulgar, em comunicado, a decisão que manteve sua política monetária inalterada. Apesar de não ter alterado suas ferramentas, a instituição sinalizou pelo aumento do volume do seu Programa de Compras Emergenciais da Pandemia (Pepp, na sigla em inglês) para prover mais acomodação à economia europeia ao longo do ano, o que animou investidores.

    Diante deste cenário e do otimismo com a aprovação do pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão nos Estados Unidos, os rendimentos de bônus de países europeus recuaram durante boa parte da sessão, dando mais alívio aos mercados.

    O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,49%, aos 424,17 pontos.

    Em coletiva de imprensa que seguiu o anúncio da decisão de política monetária do BCE, a presidente da entidade, Christine Lagarde, reforçou a sinalização dada pelo comunicado desta quinta ao dizer que as compras do banco por meio da PEPP no próximo semestre terão "ritmo bem maior" que no início de 2021.

    Segundo ela, o BCE já está aumentando o seu volume de compras. A fala, junto ao comunicado, fez com que as bolsas europeias fortalecessem a alta já observada na maior parte dos índices durante as primeiras horas de pregão.

    Antes do anúncio do BCE, o mercado reagia à aprovação da nova rodada de estímulos fiscais nos EUA pela Câmara dos Representantes. A legislação prevê benefícios a setores específicos da economia, como o de companhias aéreas, além de destinar recursos à vacinação contra a covid-19 no país e a cheques individuais de US$ 1,4 mil a maioria dos americanos. Espera-se que o presidente Joe Biden sancione o projeto na sexta-feira.

    Diante deste cenário, o índice Dax, de Frankfurt, avançou 0,20%, aos 14.569,39 pontos, enquanto o IBEX 35, principal índice de referência da bolsa de Madri, subiu 0,80%, aos 8.593,00 pontos.

    Em Paris, o CAC 40 fechou em alta 0,72%, aos 6.033,76 pontos, na máxima do dia, assim como PSI 20, de Lisboa, que encerrou as negociações em alta de 2,31%, aos 4.873,31 pontos.

    Em Londres, ações de empresas mineradoras se recuperaram nesta quinta, acompanhando a alta robusta do minério de ferro chinês. A Antofagasta avançou 2,55%, seguida da Rio Tinto (+2,34%) e do BHP Group (+1,87). O índice FTSE 100 fechou com ganhos de 0,17%, aos 6.736,96 pontos.

    Já o FTSE MIB, de Milão, teve alta de 0,82%, aos 24.121,37 pontos, apoiado pelo bom desempenho do setor de telecomunicações. A Telecom Italia acumulou o maior avanço do dia no índice, de 4,66%.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Europa fecham em alta, com decisão do BCE e pacote fiscal dos EUA"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.