Bolsas da Ásia sobem com notícia sobre vacina para covid-19; chinesas são exceção - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Bolsas da Ásia sobem com notícia sobre vacina para covid-19; chinesas são exceção

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta terça-feira, 10, mas várias delas foram sustentadas por notícia animadora sobre uma vacina para a covid-19. O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,26% em Tóquio, a 24.905,59 pontos, enquanto o Hang Seng avançou 1,10% em Hong Kong, a 26.301,48 pontos, e o sul-coreano Kospi se valorizou 0,23% em Seul, a 2.452,83 pontos, em seu sétimo pregão consecutivo de ganhos.

Ontem, a Pfizer e a BioNTech anunciaram que a vacina que estão desenvolvendo para o novo coronavírus demonstrou eficácia de 90%, notícia que ajudou a impulsionar mercados acionários nos EUA e Europa, assim como o petróleo.

Na Oceania, a bolsa australiana também seguiu a onda positiva hoje, e o S&P/ASX 200 avançou 0,66% em Sydney, a 6.340,50 pontos, seu maior patamar em mais de oito meses.

Assim como em Nova York e no continente europeu, ações do setor aéreo reagiram em forte alta à perspectiva de uma vacina para a covid-19 nos negócios asiáticos e do Pacífico desta terça. A Japan Airlines saltou 21,21% em Tóquio, a Korean Air Lines subiu 11,24% em Seul, a Qantas teve ganho de 8,33% na Austrália e a Cathay Pacific teve valorização de 13,7% em Hong Kong.

Já na China continental, os mercados ficaram no vermelho, influenciados em parte por ações ligadas a carros elétricos, que caíram hoje após um rali recente. O Xangai Composto recuou 0,40%, a 3.360,15 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve queda de 1,05%, a 2.308,85 pontos. Outra exceção foi o Taiex, que registrou baixa de 0,35% em Taiwan, a 13.081,72 pontos.

Dados oficiais de Pequim também mostraram que a taxa anual de inflação ao consumidor chinês desacelerou de 1,7% em setembro para 0,5% em outubro, atingindo o menor nível em 11 anos. Analistas previam taxa maior no último mês, de 0,8%. A taxa anual de deflação ao produtor, por sua vez, ficou inalterada de setembro para outubro, em 2,1%.

Em Tóquio, o Banco do Japão (BoJ) anunciou nesta madrugada uma medida de estímulo para ajudar bancos regionais, cujos lucros têm sido prejudicados pela pandemia do coronavírus e pelo ambiente de juros baixos, mas a bolsa local já havia encerrado o pregão. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Bolsas da Ásia sobem com notícia sobre vacina para covid-19; chinesas são exceção"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.