Economia

Bolsas da Ásia fecham sem sinal único, com Tóquio em queda e alta em Xangai

Gabriel Bueno da Costa* (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os mercados acionários da Ásia repetiram o quadro do dia anterior e não tiveram sinal único nesta quarta-feira, 15. Houve ganhos na Bolsa de Xangai, com dados da China no radar, mas Tóquio e Seul estiveram entre as quedas.

continua após publicidade

A Bolsa de Xangai fechou em alta de 0,50%, em 3.305,41 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, subiu 0,47%, a 2.195,99 pontos.

Na agenda de indicadores, a produção industrial da China cresceu 0,7% em maio, na comparação anual, o que contrariou a previsão de queda de 1,0% dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. As vendas no varejo caíram 6,7% na mesma comparação, quando economistas previam queda de 6,9%.

continua após publicidade

Entre as ações chinesas, o sentimento dos investidores foi apoiado pelos dados. Seguradoras e o setor imobiliário estiveram entre as altas. China Vanke subiu 3,3% e Poly Developments, 4,8%. Já no setor de energia Cnooc caiu 5,0% e PetroChina teve baixa de 1,3%, ajustando ganhos recentes.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei registrou queda de 1,14%, a 26.326,16 pontos. O temor de um aperto monetário agressivo pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) mais tarde esteve no radar. As perdas do Nikkei foram disseminadas, com Osaka Gas em baixa de 5,1% e Sysmex, de 4,5%.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 1,14%, a 21.308,21 pontos. O mercado local se recuperava das baixas da segunda-feira, com ações de seguradoras da China puxando ganhos. Ping An subiu 8,0% e China Life, 5,3%, com o setor de tecnologia também se saindo bem, com Alibaba em alta de 4,3% após dados da China.

continua após publicidade

Na Bolsa de Seul, o índice Kospi caiu 1,83%, a 2.447,38 pontos, atingindo nova mínima em 19 meses e em sua sétima baixa consecutiva. Ações dos setores de defesa, companhias aéreas e entretenimento lideraram as perdas, com investidores estrangeiros ainda como vendedores líquidos de papéis.

Em Taiwan, o índice Taiex fechou em baixa de 0,30%, em 15.999,25 pontos.

Oceania

continua após publicidade

Na Oceania, o índice S&P/ASX 200 registrou queda de 1,27%, a 6.601,00 pontos, na Bolsa de Sydney.

Esse mercado australiano teve o quarto recuo consecutivo e atingiu seu nível de fechamento mais baixo desde janeiro de 2021, com ações de incorporadoras e do setor de tecnologia liderando as baixas.

*Com informações da Dow Jones Newswires