Economia

Bolsas da Ásia fecham na maioria em queda com covid e temor de regulação na China

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam o último pregão da semana majoritariamente em queda. Nesta sexta-feira, 23, predominou novamente a incerteza em relação à pandemia de covid-19, com o avanço da variante delta do coronavírus, o que já havia derrubado os mercados na segunda-feira, 19. Também houve preocupação com possíveis regulações na China contra empresas de tecnologia, como a Didi Global.

continua após publicidade

Na China continental, o índice Xangai Composto recuou 0,7%, a 3.550,40 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 1,4%, a 2.468,14 pontos. Ações de farmacêuticas lideraram as perdas. No Japão, um feriado manteve os mercados fechados pelo segundo dia consecutivo e, portanto, o índice Nikkei não abriu.

"As ações asiáticas foram negociadas de forma lateral nesta sexta-feira, refletindo a volatilidade dos preços em Wall Street na sessão anterior", disse o analista Anderson Alves, da ActivTrades, em um comentário. "No entanto, as preocupações com a pandemia continuam pesando no mercado", acrescentou.

continua após publicidade

Além disso, há preocupação com o cerco regulatório da China. Ontem, a Bloomberg noticiou que autoridades de Pequim consideram impor penalidades, talvez sem precedentes, à Didi Global, que recentemente abriu capital em Nova York. O país asiático vê a decisão da companhia tecnológica de transporte privado de realizar uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) nos EUA como uma afronta.

Em Hong Kong, o Hang Seng encerrou com perda de 1,4%, a 27.321,98 pontos, pressionado para baixo por ações relacionadas ao consumo, que recuaram diante da piora da pandemia no continente asiático.

O Kospi, por outro lado, subiu 0,1% em Seul, a 3.254,42 pontos. Na bolsa sul-coreana, o otimismo com a temporada de balanços de empresas superou a incerteza relacionada à variante delta do coronavírus, que tem levado a mais restrições às atividades econômicas.

Na Oceania, a bolsa da Austrália avançou mesmo após um Estado do país decretar emergência por conta da piora da pandemia de covid-19. O S&P/ASX 200 registrou alta hoje de 0,1% em Sydney, a 7.394,4 pontos. O índice acionário renovou a máxima histórica de fechamento pelo segundo dia consecutivo. (Com informações da Dow Jones Newswires e da Associated Press).