Economia

Bolsas da Ásia fecham mistas; Xangai salta 2% na volta de feriado chinês

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira, 7, em meio à retomada dos negócios nos mercados chineses e com investidores digerindo robustos dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos, que reforçaram as expectativas de aumentos dos juros norte-americanos na sexta-feira.

continua após publicidade

Na China, o índice Xangai Composto saltou 2,03% nesta segunda-feira, a 3.429,58 pontos, impulsionado por ações ligadas à construção e energia, ao voltar de um feriado de uma semana para a comemoração do ano-novo lunar. O menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,04%, a 2.285,99 pontos.

Dados da IHS Markit mostraram que o PMI de serviços chinês caiu para 51,4 em janeiro, indicando que o setor se expandiu no ritmo mais fraco em cinco meses diante dos efeitos de novos surtos de covid-19, mas ficaram em segundo plano.

continua após publicidade

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei caiu 0,70% em Tóquio, a 27.248,87 pontos, e o sul-coreano Kospi recuou 0,19% em Seul, a 2.745,06 pontos, enquanto o Hang Seng teve alta marginal de 0,03% em Hong Kong, a 24.579,55 pontos, e o Taiex subiu 1,28% em Taiwan, a 17.900,30 pontos.

O comportamento misto na região asiática veio após números de emprego melhores do que o esperado dos EUA, publicados na sexta-feira, reforçarem temores de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) poderá ser mais agressivo ao começar a elevar juros, provavelmente a partir de março.

Oceania

continua após publicidade

Na Oceania, a bolsa australiana encerrou o pregão desta segunda-feira em leve baixa. O S&P/ASX 200 caiu 0,13% em Sydney, a 7.110,80 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires