Economia

Bolsas da Ásia fecham mistas, de olho em petróleo e cortes de energia na China

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira, à medida que o recente rali do petróleo impulsionou alguns mercados e cortes de energia na China derrubaram ações locais. Segue no radar a crise de liquidez da Evergrande, gigante do setor imobiliário chinês.

continua após publicidade

Em Hong Kong, o Hang Seng teve alta marginal de 0,07%, a 24.208,78 pontos, em parte sustentado por grandes petrolíferas como Cnooc (+5,1%), PetroChina (+1,3%) e Sinopec (+0,5%). Já a ação da Evergrande saltou mais de 8% hoje, mas as de outras incorporadoras chinesas ficaram no vermelho, caso de Longfor Group (-3,2%), Country Garden (-2,5%) e China Overseas Land & Investment (-2,8%). Também listado em Hong Kong, o papel da Evergrande Auto sofreu um tombo de 9,4%, após a unidade de veículos elétricos do endividado grupo chinês alertar que enfrenta "séria escassez de recursos".

Preocupado com a possível falência da Evergrande, o banco central chinês (PBoC) fez hoje uma nova injeção de capital no sistema financeiro, com valor equivalente a quase US$ 15,5 bilhões.

continua após publicidade

Na China continental, as bolsas recuaram após cortes de energia locais comprometerem a perspectiva de crescimento da segunda maior economia do mundo. O Xangai Composto teve queda de 0,84%, a 3.582,83 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 1,14%, a 2.406,56 pontos.

Em outras partes da Ásia, o índice japonês Nikkei fechou praticamente estável em Tóquio, com ligeira perda de 0,03%, a 30.240,06 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi avançou 0,27% em Seul, a 3.133,64 pontos, ajudado por ações dos setores petrolífero e de tecnologia, e o Taiex subiu 0,31% em Taiwan, a 17.313,77 pontos.

As cotações internacionais do petróleo acumularam ganhos por quatro sessões consecutivas na semana passada e mantêm o tom positivo hoje, graças a um aperto na oferta e perspectiva de avanço da demanda com o alívio nas condições da pandemia de covid-19.

Na Oceania, a bolsa australiana teve um dia de alta moderada, com destaque para ações de turismo, que saltaram após New South Wales, estado mais populoso do país, anunciar planos para suspender restrições ligadas à covid-19 nos próximos meses. O S&P/ASX 200 avançou 0,57% em Sydney, a 7.384,20 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).