Economia

Bolsas da Ásia fecham mistas, após nova ofensiva dos EUA contra empresas chinesas

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta terça-feira, 8, depois uma nova ofensiva dos EUA contra empresas chinesas. O Hang Seng teve o pior desempenho da região hoje, com queda de 1,02% em Hong Kong, a 24.329,49 pontos, um dia após o Departamento do Comércio dos EUA incluir 33 entidades chinesas em uma lista de companhias sujeitas a regras de exportação mais rigorosas. A WuXi Biologics, que teve unidades incluídas na lista, viu sua ação despencar mais de 20% em Hong Kong, antes de negócios com os papéis serem suspensos.

continua após publicidade

Na China continental, o Shenzhen Composite recuou 0,24%, a 2.280,51 pontos, mas o Xangai Composto - principal índice acionário do país - subiu 0,67%, a 3.452,63 pontos, recuperando-se de perdas de mais cedo.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve ligeira alta de 0,13% em Tóquio, a 27.284,52 pontos, o sul-coreano Kospi ficou perto da estabilidade em Seul, com ganho marginal de 0,05%, a 2.746,47 pontos, e o Taiex se valorizou 0,37% em Taiwan, a 17.966,56 pontos.

continua após publicidade

Na Oceania, a bolsa australiana foi impulsionada por ações dos setores minerador e financeiro, e o S&P/ASX 200 avançou 1,07% em Sydney, a 7.186,70, fechando no maior nível em quase três semanas. Com informações da Dow Jones Newswires.