Economia

Bolsas da Ásia fecham mistas, à espera do Fed e com geopolítica no radar

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 26, com vários investidores se mantendo às margens dos negócios à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Tensões geopolíticas envolvendo Ucrânia e Rússia também seguem no radar.

continua após publicidade

O índice japonês Nikkei caiu 0,44% em Tóquio hoje, a 27.011,33 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 0,41% em Seul, a 2.709,24 pontos, e o Taiex apresentou baixa de 0,15% em Taiwan, a 17.674,40 pontos.

Por outro lado, o Hang Seng subiu 0,19% em Hong Kong, a 24.289,90 pontos. O dia também foi de ganhos na China continental: o Xangai Composto avançou 0,66%, a 3.455,67 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto se valorizou 0,70%, a 2.329,17 pontos.

continua após publicidade

Na tarde desta quarta, o Fed deverá manter intacta sua política monetária, mas também preparar o terreno para elevar juros pela primeira vez desde o início da pandemia de covid-19, provavelmente na reunião de março.

Investidores também vão ficar atentos à coletiva de imprensa com o presidente do Fed, Jerome Powell, para buscar indícios de quão agressivo o BC americano poderá ser para lidar com a questão da inflação persistente nos EUA. Especula-se que o Fed poderá aumentar juros entre três e cinco vezes ao longo do ano.

O cenário geopolítico também preocupa. Nos últimos dias, os EUA e seus aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) vêm se mobilizando para um eventual conflito entre Ucrânia e Rússia. Líderes ucranianos, porém, não acreditam que uma invasão russa seja iminente.

Na Oceania, a Bolsa de Sydney não operou hoje devido a um feriado nacional na Austrália. Com informações da Associated Press.