Economia

Bolsas da Ásia fecham em baixa, de olho em cepa do coronavírus no Reino Unido

Da Redação ·

As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta terça-feira, à medida que o surgimento de uma cepa mais infecciosa do coronavírus no Reino Unido e suas implicações econômicas pesaram com mais força nos negócios.

continua após publicidade

O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,04% em Tóquio, a 26.436,39 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,71% em Hong Kong, a 26.119,25 pontos, o sul-coreano Kospi se desvalorizou 1,62% em Seul, a 2.733,68 pontos, e o Taiex registrou queda de 1,44% em Taiwan, a 14.177,46 pontos.

Os mercados chineses, que ignoraram o noticiário sobre a covid-19 no pregão anterior, migraram para o vermelho hoje. O Xangai Composto teve perda de 1,86%, a 3.356,78 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto, de 1,76%, a 2.264,48 pontos.

continua após publicidade

O mau humor veio na esteira da decisão de ao menos 40 países suspenderem o tráfego de voos e de trens, assim como interromper rotas comerciais, com o Reino Unido. No fim de semana, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que a nova variante do vírus pode ser até 70% mais infecciosa. Não há evidências, porém, de que a mutação seja mais letal.

Com o sentimento dominado pela covid-19, ficou em segundo plano a aprovação pelo Congresso dos EUA, nesta madrugada, de um pacote fiscal de US$ 900 bilhões para combater os efeitos da doença na economia americana.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom negativo da Ásia, e o S&P/ASX 200 caiu 1,05% em Sydney, a 6.599,60 pontos, também em reação a desanimadores dados locais sobre confiança do consumidor. (Com informações da Dow Jones Newswires).